Nino Schurter e Lars Forster continuaram a sua marcha em direção ao título do Swiss Epic na Etapa 4 da corrida de 2020. A dupla SCOTT-SRAM chegou à sua 3ª vitória de etapa, ampliando assim a vantagem da CG para quase 10 minutos.

Podium Photos Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Francesco Narcisi.

Outra performance impecável de Nino Schurter e Lars Forster levou-os a aumentar a sua liderança na CG do Swiss Epic na Etapa 4. A dupla SCOTT-SRAM foi a primeira equipa a chegar ao cume, no ponto mais alto do percurso entre Arosa e Davos, e controlou a distância para a equipa da Future Cycling Northwave por todo o caminho até à linha de chegada. Foi a sua terceira vitória em etapas da corrida de 2020.

Kristian Hynek e Martin Stošek estavam unidos na tarefa de colocar pressão sobre Schurter e Forster pela TEXPA-SIMPLON, todas as três equipas Trek Pirelli, bem como as BULLS Heroes e Youngsters. Andreas Seewald e Markus Kaufmann, junto com Rabensteiner, Samuele Porro, Hynek e Stošek foram os únicos pilotos a manter esse desafio durante uma parte significativa da etapa.

Nino SCHURTER on the Hörnli trail, during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Michael Chiaretta.

Ao unirem forças, a Future Cycling Northwave, TEXPA-SIMPLON e Trek Pirelli 1 foram capazes de garantir que a SCOTT-SRAM permanecesse à vista até depois do cume de Duranna Pass. Inicialmente, permanecia um grande grupo junto, empolgado pela subida pelo Santuário de Ursos de Arosa e a descida do Hörnli Trail; partindo de Arosa. A subida de 10 quilómetros até 2139 metros acima do nível do mar, o ponto mais alto do dia, reduziu os candidatos à vitória da etapa a quatro equipas poderosas.

during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Marius Holler.

Apesar de estarem sob pressão na seção de alcatrão da subida, secções que provaram ser a única – ligeira – fraqueza da SCOTT-SRAM até agora na corrida, os líderes recusaram-se a ceder. No quilómetro final da subida, quando a estrada da floresta deu lugar ao singletrack, eles simplesmente afastaram-se da Future Cycling Northwave, TEXPA-SIMPLON e Trek Pirelli 1.

Mens elite during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Marius Holler.

Na descida do topo de Duranna Pass para Klosters, Schurter e Forster aumentaram a sua liderança para 47 segundos. Nos 28 quilómetros restantes, a diferença nunca caiu abaixo disso, até que a SCOTT-SRAM tirou o pé do acelerador na corrida para a linha de chegada em Davos. A Future Cycling Northwave foi, por mais que tentasse, incapaz de se chegar de novo aos homens de amarelo.

Nino SCHURTER, during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Michael Chiaretta.

“Correu muito bem” admitiu Schurter. “Tivémos uma boa partida e na subida conseguimos manter ao lado dos líderes. Depois, na descida, abrimos uma vantagem e mantivemos a vantagem até ao fim. Estou muito feliz com outra vitória de etapa, mas mais importante, em aumentar a nossa liderança geral.”

during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Marius Holler.

Contrariando a minimização dos desafios da etapa pelo seu parceiro, Forster disse: “Hoje foi difícil! As outras equipas queriam atacar desde o início e a Trek Pirelli tornou isso particularmente difícil na primeira subida, a sair de Arosa. Felizmente, o ritmo estabeleceu-se na descida até ao ponto mais baixo da etapa e pudemos, a partir daí, pedalar com o grupo da frente até ao ponto mais alto do dia. Lá, conseguimos entrar primeiro no singletrack e, apesar de não ser tão técnico, fomos capazes de abrir uma pequena lacuna. A partir daí, foi apenas um esforço para manter a vantagem até o fim.”

Kristian HYNEK,Martin STOŠEK during Stage 4 of the 2020 Swiss Epic from Arosa to Davos, Graubünden, Switzerland on 21 August 2020. Photo by Marius Holler.

Ao cruzar a meta, Schurter e Forster garantiram a sua 3ª vitória no Swiss Epic 2020. O seu tempo para o percurso de 74 quilómetros foi de 3 horas, 30 minutos e 43 segundos. Hynek e Stošek foram os segundos, 23 segundos mais lentos. Rabensteiner e Porro fecharam o pódio do dia, mas concederam 3 minutos e 30 segundos potencialmente cruciais para a Future Cycling Northwave.

Melhores momentos da 4ª Etapa da Swiss Epic:

Indo para a quinta e última etapa da corrida, a vitória de SCOTT-SRAM está quase garantida. Apenas um pequeno desastre pode impedi-los de garantir o título do Swiss Epic. O segundo lugar, no entanto, está muito menos seguro. Apenas 1 minuto e 27 segundos separam a Trek Pirelli 1, em segundo, da Future Cycling Northwave, em terceiro. Os pilotos checos farão o possível para superar esse déficit na 5ª etapa.