A conhecida marca italiana DMT, com sede em Verona, especializou-se no fabrico de calçado de ciclismo de elevada qualidade, para as mais variadas disciplinas.

Com raízes que datam do inicio dos anos 80, foi há cerca de 8 anos que formaram uma equipa selecionada dos melhores engenheiros e artesãos, com um único objetivo: dar o melhor diariamente, por forma a produzir calçado sem igual.

As várias gamas disponibilizadas pela DMT, consistem em: Estrada, BTT, Pista, Triatlo, Interior, Freeride, Enduro e por ultimo, o pós-corrida.

Ao BTT Lobo, coube a hipótese de testar os sapatos DMT DM3, o calçado de gama média-alta da marca, direcionados para o BTT.

Os sapatos DMT DM3 têm a sola totalmente fabricada em carbono Toray MR60, a sola possui dois pitons de aço e terminais de alta tração substituíveis, para um desempenho fiável, tornando-os adequados para performance na, ou fora da bicicleta.

Na zona da planta do pé, 100% construída em polipropileno o atleta pode contar com furos para garantir ventilação máxima e no calcanhar, com uma zona interior em silicone, reforço exterior e um perfil mais estreito, para um melhor ajuste.

Na parte superior, contamos com a fiabilidade e simplicidade de um fecho IP1 BOA, colocado na lateral exterior do pé, toda esta área superior foi construída a pensar no conforto do utilizador, apresentando um perfil reduzido, orifícios de ventilação e proteção extra na zona dos dedos, contando ainda com uma língua anatómica, macia e respirável.

Com utilizações de até 10h ininterruptas, contando com trajetos em estradão, pedra, lama, sol e chuva, com algumas boas centenas de metros (para não dizer quilómetros) a caminhar com eles em lama, ou a subir seixo solto, bem como muitos quilómetros a pedalar, podemos garantir que é um calçado de facto muito confortável.

Um excelente apoio no pé quando estamos a pedalar, sendo que depois de várias horas não sentimos nenhum cansaço ou desconforto no pé. Sem dormências, sem dores, nada. Apenas bem-estar, mesmo a caminhar e inclusive nalgumas pequenas corridas.

A tração quando a pé é excelente, fruto dos terminais de tração e dos pitons e a transferência de potência, quando a pedalar, é igualmente boa.

A combinação da sua sola em carbono com os restantes materiais escolhidos para a sua construção, tornam estes sapatos resistentes e o seu desenho “limpo”, tornando-os esteticamente atraentes, e muito fáceis de limpar.

Em relação à temperatura/arejamento do pé, nada a referir. A temperatura manteve-se normal, mesmo com chuva, altura em que recorremos a umas capas apenas para manter os pés secos e em alturas de sol e maior calor, o conforto térmico continuou.

Vem incluído um saco para transporte, bastante útil para quando temos de tirar os sapatos e estão sujos, evitando assim terra e lama no carro ou em casa, até serem lavados.

Os DMT DM3 são uns sapatos esteticamente bonitos, resistentes e confortáveis, envolvem bem o pé, dando bastante segurança e apoio, mas permitindo um ótima amplitude de movimentos para quando é necessário caminhar com eles.

O único ponto menos positivo que possamos apontar visa os fãs da estética, que gostam de combinar a cor do calçado, com o restante equipamento e/ou bicicleta, pois apenas existem em preto ou branco.

Mais informações em dmtcycling.com, distribuidor para Portugal tecnocycle.com.

Deixar uma resposta