A 13 de maio foi o ultimo dia de corrida do 3º round do Enduro World Series (EWS) 2018 em Olargues, França.

Richie Rude

Foi também o dia de testes anti-dopping de larga escala, uma raridade no circuito EWS até agora.

Nove atletas foram chamados ao controlo da Agência Anti-Doping Francesa e pode-se agora confirmar que pelo menos dois deles acusaram Achados Analíticos Adversos.

Jared Graves

O bi-campeão Richie Rude e o uma vez campeão Jared Graves confirmaram à Pinkbike que acusaram positivo para Higenamina (banida dentro e fora de competição) e Oxilofrina (banida em competição), no 3º round do EWS em França. Os mesmos afirmam que a amostra se revelou positiva devido a uma ingestão acidental.

Richie ganhou a série EWS em Olargues, França, mas posteriormente acusou positivo para Higenamina e Oxilofrina do Anti-Doping pós corrida em França.

9 atletas masculinos do EWS foram testados em Olargues, França

Elgan Delteral, Diretor Judicial da Federação Francesa de Ciclismo disse à Pinkbike que os testes foram efectuados pela Agência Francesa Anti-Doping (AFLD) em 13 de maio, o ultimo dia da competição. Embora não nomeie os indivíduos testados, Delteral afirmou que nove atletas foram chamados ao controlo pós corrida.

© Dave Trumpore / Pinkbike

Então, quem foi testado? Dave Trumpore, fotógrafo da Pinkbike registou quatro atletas enquanto esperavam pela sua vez: Adrien Daily, José Borges, Greg Callaghan e Richie Ruden.

Estes quatro afirmaram à Pinkbike que foram testados, juntamente com Jared Graves e Martin Maes. Callaghan, Dailly, Borges, e Maes confirmaram que não foram notificados de quaisquer Achados Analíticos Adversos nos seus testes.

Com dois atletas a voltarem à Agência Anti-Doping Francesa e quatro a confirmarem que foram testados, faltam confirmar os nomes de três atletas e, mais importante, confirmar se acusaram ou não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome