O australiano Richie Porte (BMC) abandonou hoje a Volta a França em bicicleta, na sequência de uma queda pouco depois do início a nona etapa, que liga Arras a Roubaix.

Richie Porte, que era um dos candidatos à vitória final da 105.ª edição do Tour, caiu ao quilómetro oito, num incidente que envolveu cerca de dez corredores, e foi conduzido à ambulância dos serviços médicos da prova, com queixas no ombro direito.

Na classificação geral, o recém-vencedor da Volta à Suíça, ocupava o décimo lugar, com 57 segundos de atraso em relação ao líder, o belga Greg Van Avermaet, seu colega de equipa.

No ano passado, Porte, de 33 anos, também abandonou a Volta a França devido a uma queda, igualmente na nona etapa.

O australiano, cujo melhor resultado no Tour é o quinto lugar de 2016, foi durante alguns anos um dos ‘escudeiros’ do britânico Chris Froome, mas abandonou a equipa Sky no final de 2015 para passar a assumir o papel de líder.

O polaco Tomasz Marczynski (Lotto Soudal) e o espanhol José Joaquin Rojas (Movistar) também acabaram por abandonar com menos de meia hora de corrida.