O Enduro World Series (EWS) anunciou o calendário para 2021, apresentando novos locais, clássicos reinventados e uma série EWS-E expandida.

A temporada começará na Nova Zelândia em abril, visitando Nelson pela primeira vez na história da série. Situada na ponta norte da Ilha Sul, esta pequena cidade é famosa por ter o maior numero de horas de sol no país, mas também por trilhos íngremes, naturais e duros.

O segundo round regressa à inimitável Derby, Tasmânia. Esta pequena cidade abraçou o ciclismo de montanha e, em apenas alguns anos, criou um dos destinos mais emblemáticos de toda a Austrália. Será a terceira vez que a série visitará Derby e por boas razões – a rede de trilhos sempre em expansão foi eleita duas vezes trilho Specialized do ano.

Na terceira ronda, retorna a um dos locais mais famosos do Reino Unido, o Tweed Valley, na Escócia. Após um hiato de seis anos, a série regressará aos trilhos sagrados de Innerleithen e às colinas circundantes, que durante as últimas três décadas atuaram como o campo de provas de alguns dos maiores nomes do desporto. O Tweed Valley também atuará como a primeira ronda do EWS-E 2021, colocando as bicicletas elétricas a marcar o ritmo em alguns dos terrenos mais desafiadores da Grã-Bretanha.

A segunda ronda do EWS-E voltará para Valberg, na França, para enfrentar a infame terra cinzenta da região dos Alpes do Sul.

Val Di Fassa, na Itália, será palco da quarta etapa do EWS. Este local deslumbrante, situado no alto das Dolomitas italianas, tornou-se instantaneamente o favorito dos pilotos, quando apareceu pela primeira vez no calendário em 2019, apresentando etapas longas e físicas entre alguns dos terrenos mais dramáticos da Europa.

É do outro lado da “lagoa”, nos EUA, que acontece a quinta etapa, para a segunda visita da série a Burke Mountain, em Vermont. Oferecendo alguns clássicos da costa leste, os trilhos de Burke farão a sua estréia no EWS ainda este ano, no decorrer da sexta ronda. Famosa pelo seu terreno duro e técnico, Burke será um desafio até para os pilotos mais experientes.

E pela primeira vez na história da série, haverá uma segunda paragem nos EUA na sexta ronda, para a costa oeste e um dos destinos mais falados do ciclismo de montanha da Califórnia, Northstar. Os trilhos secos e rochosos do resort levaram os ciclistas ao limite quando foram apresentados no calendário de 2019 – e em 2020 expandir-se-ão às bicicletas elétricas para realizar a terceira ronda da EWS-E.

A etapa sete dispensa apresentações, pois a série segue para o norte de Whistler para sua peregrinação anual a Crankworx. Este firme favorito dos pilotos aparece em todos os calendários do EWS desde o início em 2013 e não é difícil adivinhar porquê – Whistler é o lar de uma das redes de trilhos mais emblemáticos do mundo.

O EWS-E volta então à Europa para a penúltima etapa no mais dramático dos percursos, sob o Matterhorn em Zermatt, na Suíça.

Para a ronda final do EWS, a série coroará os seus campeões pela primeira vez, na casa espiritual do desporto em França. Loudenvielle, no Vallee Du Louron, nos Pirinéus franceses, oferece um bom pedaço de trilhos clássicos de enduro – trilhos íngremes e naturais e, é claro, alguns daqueles infames “cotovelos” à moda francesa.

Mckay Vezina charges down the stage 1 ridge.

E embora os campeões da série possam ser decididos na França, ainda falta um dos maiores eventos do ano – o Troféu das Nações em Finale Ligure, Itália. Nesta celebração do desporto, troféus para Indústria, Piloto e Nação estão em disputa na maior corrida do ano, tudo num cenário deslumbrante na Riviera Italiana. É também o local da ronda final do EWS-E e onde os Campeões do EWS-E serão decididos.

Adrien Dailly won this section, stunning the crowd with his speed through the rock garden.

Chris Ball, diretor-gerente do Enduro World Series, disse: “Estamos todos realmente empolgados com o calendário de 2021 – é uma ótima mistura entre locais conhecidos e novos.”

“Estamos especialmente entusiasmados por oferecer pela primeira vez duas etapas nos EUA e expandir o EWS-E para cinco rondas”.

Todas as informações em www.enduroworldseries.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome