Repente, um novo conceito de selim de bicicleta

151

Repente é uma nova marca criada pela gestão e conhecimentos técnicos da industria do ciclismo. O CEO Massimo Farronato, foi durante muitos anos o diretor de compras do Selle Royal Group.

A Repente está sediada na região de Veneto, Itália, no coração de um dos distritos industriais mais importantes do mundo para o setor de componentes para bicicletas e ciclismo.

“A nossa recompensa do ‘Cycling is an art’ resume nossa missão – explica Farronato -, que é criar produtos italianos inovadores altamente apelativos para o público, introduzir novas tecnologias focando o conforto e desempenho, propor soluções de design valiosas, cuidar minuciosamente de cada detalhe, desde a escolha dos materiais até à sua embalagem”.

Selins completamente em carbono super leve com coberturas substituíveis

Os produtos da estreia da Repente são os ALEENA, COMPTUS e KUMA, selins completamente em carbono com acolchoamento, de uma extraordinária leveza: 130, 135 e 145 gramas, respectivamente.

A Repente introduziu novos conceitos de construção, como o RLS (Repente Locking System), um sistema exclusivo, fácil e seguro para substituir as três coberturas numa única estrutura de carbono.

As principais vantagens são:

– Pode alterar a forma do seu selim  com base no tipo de atividade e características anatómicas específicas;

– Pode substituir um acolchoamento devido ao desgaste ou por qualquer outro motivo sem ter que comprar um selim ao preço completo;

– A sua posição no selim não será alterada, pois a estrutura de carbono pode ser mantida na bicicleta;

– Capacidade de substituição = Sustentabilidade ambiental: menos gasto de dinheiro, menos materiais para substituir, uma ajuda para a sustentabilidade ambiental.

38,2% mais conforto

Os resultados de testes comparativos realizados com ferramentas de análise modernas nalgumas das maiores marcas do mercado, excederam as melhores expectativas da marca, nos selins Repente, a pressão máxima aplicada nos pontos de suporte é muito menor. No COMPTUS, em particular, a pressão é 38,2% inferior.

A superfície traseira do selim inclui duas pequenas depressões anatómicas, garantindo um efeito de “encaixe ajustado”, distribuição de homogénea da pressão; redução de movimentos indesejados no selim.

A largura e o formato dos selins foram projetados por forma a se adequarem às várias medidas e formatos anatómicos do normótipo médio. O perfil lateral é cónico por forma a manter movimento da coxa livre, o que nos selins do “tipo largo” pode causar movimentos frontais a partir da posição correta.

No modelo Aleena, a fissura anatómica alivia a pressão na região perineal / prostática.

Além disso: carris com seções diferenciadas: Rc-Base com aresta lateral que protege o acolchoamento do selim, de atritos acidentais e marcas de queda.

Preços recomendados: Aleena 328 euros, Comptus 318 euros, Kuma 318 euros.

A Repente também produz fitas de guiador com espessuras de 2 e 3 mm, feitas de fibras plasticas antialérgicas e revestidas com um poliuretano especial, extremamente resistente e aderente.

Os produtos Repente passaram por rigorosos testes de laboratório e são já usados por atletas de elevado nível, como Simona Frapporti, Marìa Josè Maroto, Revo Racing Team, Ivan Degasperi, Gianmarco Agostini, entre outros.

Novos modelos de selins estão a ser projetados, para que possam fazer face às demandas de um maior leque de atletas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome