Rafael Silva foi o corredor da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL que hoje se destacou na 97.ª edição da Prueba Villafranca Ordiziako Klasica, disputada no País Basco, em Espanha. A clássica com mais história do calendário espanhol foi discutida debaixo de muita chuva e frio ao longo de 165,7 km, em circuito, com cinco voltas muito duras e exigentes.

Foi com chuva, vento e frio que decorreu a Clássica de Ordizia ao longo da manhã desta segunda-feira. Com temperaturas a rondar os 10 graus, que conferiam uma sensação térmica baixa, o frio tomou conta de uma grande parte do pelotão. Com a chuva, após subir a montanha os corredores arrefeciam e muitos desistiram. Dos 98 inscritos, menos de 50 concluíram a prova.

A EFAPEL também sofreu com estas circunstâncias, mas deixou tudo na estrada para chegar ao triunfo ou trazer o melhor resultado para Portugal. Com o registo da média da primeira hora a chegar aos 45 km, sendo a média final de 42 km/ hora, a corrida foi bem disputada, com a Team Arkea- Samsic, a Caja Rural-Seguros RJA e a Euskaltel-Euskadi a isolarem-se e a impor o ritmo. A dureza do percurso levou o pelotão a partir em vários grupos e a EFAPEL, que lutou sempre para estar na discussão da corrida, conseguiu colocar no grupo da frente Rafael Silva, Tiago Antunes e Gerard Armillas, os três corredores que concluíram a prova.

Rafael Silva faz 10.º lugar na Clássica de Ordizia e é o melhor português em provaO trio uniu todos os esforços e foi trabalhando para Rafael Silva discutir a vitória na chegada ao sprint. Contudo, o sprinter da EFAPEL acabaria por ficar sozinho e foi impossível alcançar o triunfo, porque estava rodeado por equipas com muitos homens, que atacaram. Foi a Nippo Delko Provence que levou a melhor, com Simón Carr a conquistar sua primeira vitória como corredor profissional.

No final, o diretor desportivo adjunto da EFAPEL, José Augusto Silva, fez um balanço “muito positivo. Estivemos bem e terminámos com o 10.º lugar de Rafael Silva que mostra como o trabalho do conjunto foi bem feito. O tempo dificultou muito o desempenho da nossa Equipa, que com a chuva tornou as descidas muito perigosas. Mas enquanto foi possível disputámos a prova, sempre com o objetivo de fazer o melhor resultado”, sublinhou.

CLASSIFICAÇÕES:

97.ª Prueba Villafranca Ordiziako Klasica – Ordizia – Ordizia (País Basco, Espanha) » 165,7 km (Circuito com 5 Voltas)

CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL
1.º Simón Carr (Nippo Delko Provence), 03h52m42s
10.º Rafael Silva (EFAPEL), a 01m39s
45.º Tiago Antunes (EFAPEL), a 15m17s
49.º Gerard Armillas (EFAPEL), mt
DNF Tiago Machado (EFAPEL)
DNF Pedro Paulinho (EFAPEL)
DNF Nicolás Saenz (EFAPEL)
DNF Diogo Almeida (EFAPEL)

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS
1.ª Team Arkea-Samsic, 11h41m22s
6.ª EFAPEL, a 28m57s