Quem Faz Desporto Deve Estar Atento à Saúde Cardiovascular

863

Quem Faz Desporto Deve Estar Atento à Saúde CardiovascularSinto Uma Pancada no Peito… O Coração Parece dar uma Cambalhota! Tal como nós o coração, de vez em quando precisa de dar uma cambalhota…

Quando alguém me diz que sente o coração eu costumo dizer que é muito pior deixar de o sentir…

Todos nós já alguma vez sentimos uma ou mais pancadas no peito, uma sensação de cambalhota de algo dentro do peito, uma sensação de que o coração parou temporariamente embora pareça uma pausa sempre maior que o real tal como uma perda de sangue parece sempre superior à perda real.

Tudo isto é sentido de forma mais dramática se tivermos um familiar ou amigo que morreu do coração ou logo após à notícia de uma morte súbita sobretudo se for a praticar exercício.

O nosso coração pode bater de um modo irregular por vários motivos normais ou patológicos… e no silencio até o podemos sentir nas orelhas!…

Um excesso de álcool, um excesso de café, uma situação de ansiedade, a presença de gás na barriga, um susto, uma paixão , o treino desportivo de endurance… podem ser motivos para que o coração entre em arritmia.

Normalmente as arritmias são benignas mas podem não ser.
80% dos electrocardiogramas de atletas apresentam alterações do seu traçado que devem ser avaliadas por quem sabe porque uma leitura errada de alterações electrocardiográficas, mesmo sendo normais, podem causar um problema de difícil resolução para os eu portador.

Contudo, quem faz desporto, deve estar atento à sua saúde cardiovascular .

Há duas entidades clínicas que são a maior causa de mortes súbitas no desporto. Uma em idades precoces e outra sobretudo acima dos 35 anos.
Em idades precoces é a HCM (cardiomiopatia hipertrófica) a causa principal de morte súbita.
Acima dos 35 anos é a DC (doença coronária)

A primeira pode ser indiciada através de sintomas e alterações electrocardiográficas numa elevada percentagem de casos e depois confirmada quase sempre efectuando um Ecocardiograma.

A segunda com base em sintomas e sinais e diagnosticada com exames cardiológicos vários que não vou aqui mencionar.

Casos de morte súbita em familiares jovens são uma referencia importantíssima.

Conheci um rapaz de 20 anos que começou a referenciar tonturas ,que evoluíram no tempo, após exercício físico intenso.
A sua época vinha sendo normal em termos de resultados.
No electrocardiograma apresentava alterações de hipertrofia ventricular como é habitual em atletas.

As tonturas é que estavam a mais em bora todos possamos ter tonturas sem que isso seja doença.

Efectuou um Holter cardíaco de 24 horas e apresentou períodos de arritmia não habitual em corações saudáveis.

Efectuou de seguida um ecocardiograma que diagnosticou a tal HCM que é uma causa frequente de morte súbita em atletas jovens.

Foi aconselhado a deixar a competição e tomar medicação preventiva de arritmias letais.
O ECG (electrocardiograma) é o BI (bilhete de identidade) do coração. Pelo menos faça um no inicio da actividade.

Esteja atento a determinados sinais e sintomas mas não esqueça que a morte súbita é uma causa rara no desporto.

Morre muita mais gente na cama mas não vem no jornal.

Faça desporto pela sua saúde mas não deixe que o desporto lhe prejudique a saúde.

Texto: Benjamim Carvalho

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome