Quatro vitórias em etapas na Grand Boucle são um resultado significativo para a Pirelli, que apenas entrou nas principais corridas do World Tour há um ano.

Poucos dias após o final do Tour de France, a Pirelli analisa seus primeiros 12 meses de presença nas principais competições do World Tour, ao lado da equipe australiana Mitchelton-SCOTT.

Em apenas um ano de participação nas corridas da categoria mais alta da UCI e apenas dois anos após o lançamento oficial dos pneus P ZERO Velo, no mercado, a empresa está extremamente satisfeita.

Depois de Simon Yates terminar a temporada 2018, no topo do ranking UCI World Tour Individual, a Pirelli enfrenta a primeira temporada completa nesta categoria, começando o ano com uma vitória no Tour Down Under.

A marca passa no teste “zero furos” na sua primeira Strade Bianche, conduz Simon Yates e Chaves ao longo das etapas do Giro d’Italia, vence – pelo segundo ano consecutivo – com Annemiek Van Vleuten o Giro Rosa Icrea 2019 e finalmente chega ao Tour de France.

A equipe Mitchelton-SCOTT com Trentin, Yates e Impey comemora quatro vitórias na Grande Boucle 2019.

Com a equipa australiana, a Pirelli adotou no ciclismo a mesma abordagem que a tornou o fornecedor número 1 no mundo em desportos de alto nível: Assinar acordos de parceria baseados na troca contínua de feedback e validação de desempenho com a equipa, com o objetivo, corrida após corrida, de alcançar o máximo desempenho do pneu.

A Pirelli fornece à Mitchelton-SCOTT sua experiência de mais de 110 anos de presença desportiva ao mais alto nível, com patentes e tecnologias de alto perfil e um comprovado processo de testes no terreno.

É assim que Kevin Tabotta, Diretor de Desempenho da Equipa Mitchelton-SCOTT, comenta: “O foco na melhoria constante da Pirelli tem sido importante. Estamos a beneficiar muito da sua experiência ao mais alto nível no automobilismo, isso permite um desenvolvimento muito rápido, refinamentos contínuos dos nossos pneus de corrida, que contribuem para as vitórias das equipas no Giro D’Italia, Tour de France e Giro Rosa deste ano.

Os engenheiros da Pirelli interagem quase diariamente com nossa equipa para continuar a melhorar o produto e já estamos a trabalhar em melhorias futuras”.

“Gostaria de dar os parabéns aos atletas e a toda a equipa Mitchelton-SCOTT, em particular, pela excelente prestação no Tour de France de 2019” – acrescenta Francesco Pietrangeli, diretor administrativo da Pirelli Velo – “A vitória em quatro etapas é um ótimo resultado. A temporada ainda não acabou, mas este primeiro resultado é absolutamente fantástico “.

A equipe Mitchelton-SCOTT usa os pneus tubulares P ZERO Velo que, além de combinar níveis de suavidade e aderência adequados para as corridas do World Tour, permitem melhores desempenhos ao nível da confiança e do controle, em condições extremas.

Deixar uma resposta