PUB

O quarto questionário aprofundado do Estado da Nação Europeia, em matéria de atitude relativamente à utilização de e-bikes, revela algumas tendências interessantes em torno dos motivos que levam as pessoas a andar de bicicleta.

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESCom mais de 15500 inquiridos em 12 países da Europa, esta é uma das peças mais aprofundadas de investigação sobre as atitudes relacionadas com e-bikes que foram realizadas recentemente.

PUB

Os antigos relatórios da Shimano estavam coloridos pela pandemia da COVID-19, mas neste relatório, à medida que a Europa vai saindo do confinamento, são reveladas novas preocupações e motivos em relação a andar de e-bike.

O custo de vida sobrepõe-se à COVID

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESEm 2021, a Shimano perguntou aos europeus se havia maior probabilidade de andarem de e-bikes do que antes da pandemia e porquê. Nessa altura, 2 em 5 (39%) disseram que sentiam que a principal razão para usar e-bikes era para evitar os transportes públicos, devido ao risco de infeção de COVID-19. Agora, em 2022, apenas 1 em 5 (18%) pensa nessa como a principal razão, comparativamente com os 12 meses anteriores.

Contudo, é o custo de vida que paira na nossa cabeça com 47% reconhecendo-o como a principal razão para usar e-bike (em resposta ao aumento dos custos de combustível e dos transportes públicos) e 41% falam num subsídio para e-bikes, que iria aliviar o encargo da compra inicial e os iria motivar a comprar uma e-bike.

Os mais jovens andam de e-bike por questões ambientais

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESAs preocupações ambientes tomaram a primazia em 2022 e enquanto que em toda a Europa uma média de 33% das pessoas inquiridas afirmam que saber que andar de e-bike irá diminuir o seu impacto ambiental, em países afetados pelo calor e pela seca a percentagem é muito mais elevada (Itália 51% e Espanha 46%). A faixa etária dos 18-24 anos estão mais preocupados com o seu impacto ambiental, mas a diferença entre grupos etários mais novos e mais velhos diminui desde 2021.

A infraestrutura é importante

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESNo relatório deste ano, 31% considera que as infraestruturas de ciclismo poderiam incentivar alguém a comprar ou a usar uma e-bike, comparativamente com o ano anterior. Este ano, a Shimano perguntou quanto tinha melhorado a infraestrutura de ciclismo nos últimos 12 meses. A maioria dos Europeus não sente que tenha melhorado, com 45% a dizer que não concordam que tenha melhorado e 17% a dizer que não sabem se melhorou.

Para que servem as e-bikes?

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESOs Europeus consideram que as e-bikes são primeiramente para pessoas com consciência ambiental, o que, em parte, mostra uma compreensão do papel que as e-bikes pode executar na redução da utilização de veículos motorizados e de tráfego. Isto também reflete que a redução do seu impacto ambiental é vista como um fator encorajador na utilização de e-bikes. Ligeiramente atrás das pessoas com consciência ambiental encontram-se os utilizadores para deslocação entre casa e trabalho (48% vs. 52%), reconhecendo que as e-bikes são uma alternativa viável aos transportes públicos ou a um veículo pessoal motorizado para atravessar a hora de ponta diária.

Propriedade das bicicletas

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKES41% dos inquiridos não é proprietário de bicicleta, com alguns países a mostrar um valor significativamente mais baixo de posse de uma bicicleta do que o valor médio europeu. No Reino Unido, 63% não é proprietário de bicicleta e em França o valor é de 51%. Os Países Baixos possuem o nível mais elevado de proprietários de bicicletas, com apenas 13% a referir que não possuem uma.

Cuidado com a bicicleta

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESNo geral, as e-bikes precisam ligeiramente de mais manutenção do que as bicicletas convencionais; os pneus e a transmissão desgastam-se mais rapidamente devido ao peso da bicicleta e do binário produzido pelo motor de assistência à pedalada. Os proprietários de e-bikes beneficiam da experiência e conhecimento das lojas de ciclismo, que podem ajudar a resolver problemas e a aconselhar sobre manutenção e assistência.

1 em 4 Europeus dizem que é provável que a sua bicicleta seja sujeita a assistência nos próximos 6 meses e 51% dos proprietários de bicicletas referem que a manutenção é importante para manter a bicicleta em boas condições.

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESErradamente, apenas 12% visitam um centro de assistência quando a sua bicicleta tem algum problema: frequentemente, um visita prévia ou de rotina à loja de ciclismo pode prevenir reparações mais dispendiosas no futuro.

Para mais conclusões e dados completos, consulta o relatório Estado da Nação de 2022.

Recolha de dados e relatórios anteriores

O QUE PENSAM VERDADEIRAMENTE OS EUROPEUS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE E-BIKESTodos os números, exceto se declarado de outra forma, são da propriedade de YouGov Plc. A amostra total foi de 15792 adultos no Reino Unido, Espanha, França, Alemanha, Países Baixos, Itália, Áustria, Suécia, Noruega, Dinamarca, Polónia e Suíça. O trabalho de campo foi realizado entre 17 e 25 de agosto de 2022. O questionário foi realizado online. Foram atribuídos pesos uniformes aos números, para cada país, por forma a produzir um valor “médio”.

PUB