Nova ponte pedonal junto ao rio Mondego

83

Uma nova ponte pedonal e clicável vai ser uma realidade em Coimbra. O contrato para a construção da nova travessia sobre o rio Mondego, entre a autarquia e uma construtora, já foi assinado, numa obra que custará 647 mil euros e que terá um prazo de entrega de sete meses.

A nova travessia ficará apoiada e encostada ao tabuleiro inferior da ponte-açude – infraestrutura já existente e que possibilita a passagem de automóveis e também peões, embora sem condições de segurança – e vai permitir melhores condições. “O tabuleiro inferior da ponte-açude apresenta poucas condições de segurança, dada a proximidade de peões e ciclistas do automóvel, devido à falta de largura da estrutura”, realça a Câmara de Coimbra.

A via terá cerca de 165 metros de comprimento e 2,40 metros de largura. Com uma estrutura em vigas metálicas, “suportadas por estruturas em consola apoiadas nos contrafortes de betão existentes” na ponte-açude, o novo tabuleiro será em chapa de aço e irá dispor de guarda lateral, para maior segurança de ciclistas e peões.

O movimento de cidadãos Coimbr’A Pedal diz ver “com bons olhos” todas as intervenções que “melhorem a qualidade para andar a pé e de bicicleta”. No entanto, ressalva que “podia haver algumas soluções mais económicas”. O movimento sugere “o corte parcial do tráfego automóvel no tabuleiro inferior da ponte que tem circulação nos dois sentidos”.

Prevista está também a reformulação dos dois entroncamentos de acesso rodoviário à ponte-açude e obras na rede de iluminação – na nova ponte e nas zonas adjacentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome