Nova gama de e-Bikes da Merida 2018

0
59

Um aspecto crucial no desenvolvimento de novos projetos para a MERIDA BIKES é o desempenho das suas bicicletas.

O seu catálogo de e-Bikes demonstra essa abordagem, desenvolvendo uma das gamas mais completas e melhor equipadas do mercado. Em 2018 a Merida fez uma clara aposta pelas MTBs elétricas, equipando-as com o novo Shimano STePS 8000, especificamente desenvolvido para bicicletas de montanha.

Toda a gama elétrica da MERIDA BIKES tem baterías semi-integradas, já que estas baterías são mais leves, bem como os quadros com bateria semi-integrada.

A integridade estrutural do quadro é maior nos quadros com baterias semi-integradas, uma vez que os quadros não estão “abertos” para alojar a bateria no seu interior.

Portanto, a rigidez é muito superior em bicicletas com baterias semi-integradas, o que se traduz numa maior fiabilidade por um lado, e por outro, numa melhor precisão de condução.

Na gama Merida e-bikes, a colocação da bateria proporciona uma distribuição de peso quase perfeita, o que resulta numa excelente experiência de manuseamento da bicicleta. No caso das baterias integradas, a distribuição de pesos nem sempre é a mais adequada.

Do ponto de vista da mecânica, um conjunto de motor + bateria semi-integrada é muito mais acessível e simples de reparar. A ventilação da bateria é um ponto crítico para o desempenho da mesma e, obviamente, esta é muito melhor se não estiver integrada.

As baterias semi-integradas são muito mais simples de extrair da bicicleta para se carregar, o que é feito com muita frequência, uma vez que em muitas ocasiões não se dispõe de um ponto de luz onde se guarda a bicicleta.

O tamanho mais compacto das baterias semi-integradas permite um melhor transporte no caso de o usuário querer levar uma bateria adicional na mochila, para ter uma autonomia maior e percorrer longas distâncias.

A bateria semi-integrada de Merida está muito protegida contra a lama, as pedras, a água e outros agentes que a roda dianteira desprende, devido à sua colocação na parte superior do quadro.

As baterias integradas na maioria dos casos são colocadas na parte inferior dos quadros pelo que ficam muito mais expostos.

Integrar a bateria no quadro significa que o diâmetro do quadro aumenta exponencialmente, o que em muitos casos resulta em uma piora da estética da bicicleta.

Para conhecer a gama completa de ebikes da Merida visite merida-bikes.pt.

Uma amostra do excelente trabalho realizado pelo departamento de I + D na hora de planear, desenhar e lançar a gama de bicicletas eléctricas, são os prémios internacionais recebidos. Podem consultar esses prémios em merida-bikes.pt/ebikes-premios.

Para dar a conhecer ao público a sua potente gama de eléctricas, a MERIDA BIKES, lançará proximamente a sua Demo Tour eBikes 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome