O mais recente projeto de vídeo de Danny MacAskill, “The Slabs”, viajou por todo o mundo e já atingiu mais de 2 milhões de visualizações.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

É hora de contar um pouco mais sobre os altos e baixos, os esforços e as lutas que a equipa enfrentou durante aqueles dois dias de produção nos remotos Cuillins, na Ilha de Skye.

PUB

O vídeo dos bastidores mostra uma condução difícil numa laje de rocha molhada, ciclistas de montanha a tornarem-se alpinistas, colisões de drones, GoPro’s perdidas e muito mais.

Inspirado por alguns dos melhores alpinistas do mundo e na sua dedicação, Danny teve a ideia de percorrer ele próprio algumas lajes.

Danny leva-nos num passeio intenso e stressante pelas lajes rochosas e incrivelmente íngremes. Perspetiva de drone e de POV impressionantes, filmadas apenas com a GoPro, oferecem uma experiência fascinante a de como é estar a bordo.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Fizemos algumas perguntas a Danny, Robbie Meade (Diretor / We are Peny), Duncan Shaw (Produtor) e aqui está o que eles disseram:

Danny, enquanto na maioria de teus projetos te vemos a tentar certos truques por mais de 500 vezes, desta vez falhar e cair não era realmente uma opção. Qual foi a diferença em termos de mentalidade quando estavas no topo e a olhar para as lajes?

Danny: Foi definitivamente um pouco diferente do que estou acostumado. Em alguns aspetos, a condução foi mais assustadora, pois as consequências poderiam ser altas, mas eu também estava bastante confiante na minha habilidade e na bicicleta para descer com segurança.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Pedalar em “The Slabs”, teve alguma queda ou algum momento crítico?

Danny: Houve algumas pequenas quedas nas lajes, principalmente no início do primeiro dia de filmagem. O único outro momento assustador foi na secção final, que era de longe a mais íngreme. No final do primeiro dia, começou a chover e perdi momentaneamente a aderência, mas felizmente consegui colocar o pé no chão a tempo e parar.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Claro que estás sempre de alguma forma envolvido na produção, mas desta vez estavas a dirigir o projeto junto com Robbie Meade. Como foi isso e, gostarias de o fazer com mais frequência? Isto é algo que te vejas a fazer depois da tua carreira profissional?

Danny: Trabalho com o Robbie Meade há anos e ele dirigiu / filmou muitos dos meus vídeos no passado. Temos uma ótima relação e como ele também é um ciclista, ele entende realmente as coisas da minha perspetiva. Estamos sempre a trocar mensagens de texto com ideias diferentes, portanto com certeza que trabalharemos juntos nalgumas coisas novas no futuro.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Robbie, qual foi o teu primeiro pensamento quando viste a laje e a linha do Danny pela primeira vez numa localização real?

Robbie: O meu primeiro pensamento ao ver as lajes foi de uma preocupação imediata de como levaríamos todos até lá. Estou acostumado a escalar e normalmente para algo assim, com aquela quantidade de kit de câmaras, provavelmente teríamos que usar cordas para subir. Uma vez superada a subida, foi quando percebi que o Danny tinha que descer por aquela laje e nós teríamos que assistir – definitivamente stressante. Eu e o Duncan não podíamos assistir à corrida final.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Qual foi o maior desafio na tua perspetiva enquanto diretor?

Robbie: O maior desafio deste projeto além da condução do Danny foi provavelmente escolher a música. Com os ângulos de drone que queríamos usar, fomos forçados a fazer “takes” mais longos para fazer justiça à condução e precisávamos de uma música no momento certo para permitir que eles se encaixassem. Nas próprias lajes, tudo correu relativamente bem.

Qual é a diferença em filmar um projeto inteiramente com GoPro e como se aborda isso?

Robbie: É muito divertido trabalhar em projetos filmados 100% com GoPro. Isto dá a hipótese de filmar algo de uma maneira diferente e ser criativo com os ângulos. Não temos a opção de trocar as distâncias focais para trazer o espectador para mais perto da condução, então temos que encontrar maneiras de mover a câmara com a ação e colocá-la na posição certa para capturar aqueles ângulos não POV. Esperamos trabalhar em mais projetos como este!

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Duncan, tu juntas-te ao Danny na maioria dos seus projetos. Qual foi o teu papel durante a produção?

Duncan: Este foi um pouco diferente. Tínhamos feito alguns grandes planos para um projeto de filmagem separado. Infelizmente, como envolvia viagens, tivemos que cancelar e rapidamente mudámos o nosso foco para este, num curto espaço de tempo. As principais coisas que tive de resolver foi organizar a equipa, a logística e garantir que todos tivessem o que precisavam para tornar o filme o melhor possível.

Nos Bastidores De “The Slabs” Com Danny Macaskill E A Sua Equipa
Credit: Dave Mackison

Este foi o projeto mais intimidante de assistir?

Duncan: Eu vi o Danny fazer algumas coisas malucas ao longo dos anos, mas esta foi definitivamente a mais difícil de assistir. A exposição das linhas era tão louca que simplesmente não havia espaço para erros, mas ao mesmo tempo eu estava bastante confiante de que o Danny iria conseguir.

Experimentaste tu próprio ou ao menos pensaste nisso?

Duncan: Eu subi para a bicicleta do Danny nalgumas das partes “mais fáceis” para ter a sensação, mas não tentei nenhuma das coisas super íngremes. Eu adoraria tentar pedalar assim, mas definitivamente gostaria de começar em coisas mais fáceis.