Nino Schurter e Lars Forster, da MTB-Racing Scott-SRAM, recuperaram de novo a Yellow Leaders Jersey, a camisola amarela do Cape Epic, conquistando o segundo lugar atrás dos atletas locais, o PYGA Euro Steel, na Queen Stage de hoje, que terminou na centenária Universidade de Stellenbosch.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Essas duas equipas fugiram cedo do pelotão e conseguiram uma vantagem de seis minutos para os líderes, Manuel Fumic e Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing), que terminaram em quarto na etapa, atrás de Damiano Ferraro e Samuele Porro (Trek Selle San Marco).

Schurter e Forster agora levam uma vantagem de 5:13 sobre Cannondale para os últimos dois dias de corrida, no fim de semana.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

A etapa foi viva até ao fim e não faltou ação e drama. Na corrida masculina começou desde o tiro de partida em Oak Valley Estate, quando Henrique Avancini, da Cannondale Factory Racing, saiu isolado. Os suspeitos do costume foram com ele, incluindo KROSS-SPUR (que venceu mais um Dimension Data Hotspot).

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

No primeiro ponto de água na Represa Eikenhof (aos 24 km de corrida), a KROSS-SPUR rebentou e a Scott-SRAM MTB-Racing e a Pyga Euro Steel seguiram na frente e controlaram a corrida.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“O plano era endurecer a etapa desde o inicio e colocar pressão sobre a Cannondale”, disse Nino Schurter a explicar como saíram cedo e logo no inicio Lars Forster furou. “Perdemos algum tempo, mas gerimos bem e depois tivemos a situação perfeita na frente com o Pyga.”

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Eles estão a correr para o (Absa Africano) Red Jersey (camisola vermelha) e nós estamos a correr para a amarela”, disse.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Foi bom passar o dia com eles”, Phil Buys concordou. “O plano era estar na frente, mas estar lá em cima com o campeão do mundo e o campeão da europa foi ótimo.”

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

Também diminuindo um pouco a gravidade da ocasião, a Trek Selle San Marcowho ficou em terceiro na etapa, solidificando ainda mais o seu lugar no pódio da classificação geral. “Tivemos que parar na zona de tecnologia e mudar de selim”, disse Samuele Porro, explicando como eles se sentiram fortes no King’s Climb recuperando aí o tempo perdido.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

A Cannondale Factory Racing teve um dia difícil, apesar das primeiras acelerações de Avancini, a dupla mais popular enfrentou algumas contrariedades e optou por uma estratégia de defesa para limitar suas perdas.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

Fumic teve que se empenhar a fundo. Acabariam por terminar em quarto lugar no complexo desportivo de Coetzenberg, na Universidade de Stellenbosch.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

O seu acidente foi indicativo de um dia cheio e de muita fadiga acumulada. A Cannondale Factory Racing resistiu para lutar outro dia, no entanto, não tão felizes foram a Centurion Vaude. Jochen Kaess teve um acidente no final da etapa que o impediu de continuar.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Na categoria feminina, as vencedoras dos primeiros cinco dias de corridas, Annika Langvad e Anna van der Breggen (Investec-songo-Specialized), sofreram sua primeira derrota quando terminaram quatro minutos atrás de Candice Lill e Adelheid Morath (Summit Fin).

Photo by Sam Clark/Cape Epic

A vitória de Lill e Morath, que estão em segundo lugar, diminuiu a diferença para 21 minutos, mas deixa a dupla da Investec-songo-Specialized ainda firmemente no controlo da corrida para a vitória final na Geral esperada em Val de Vie Estate, no domingo.

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

A vitória de Buys e Beukes fá-los subir ao quarto posto na corrida pelo Absa African Men ‘s Jersey, mas ainda os deixa a 84 minutos de Alan Hatherly e Matt Beers, da SpecializedFoundationNAD, que se classificaram no top 5, apesar de terminarem em 13º na etapa. Marco Joubert e Nicol Carstens, do Imbuko Giant, estão em segundo lugar na corrida pela camisola vermelha, uma hora atrás de Hatherly e Beers.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

Nos Portugueses, Tiago Silva e Valério Ferreira da Team 5Quinas.cc / Snakebite fizeram o 88 º lugar na geral da etapa e cairam para o 41º lugar na categoria rainha.

José Silva e Ondrej Fojtik da equipa Mitas Head New Race fizeram 42º lugar na geral da etapa. Continuam no 3º lugar em Master.

Carlos Brito e Raul Amaral do Team Trovador, fizeram 62º lugar na geral da etapa, estão em 11º na categoria Master.

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

Miguel Gonçalves e Nuno Campos do Team Barcelos Portugal, fizeram 79º lugar na geral da etapa, e estão em 15º na categoria Master.

Vídeo da 5ª etapa:

Resultados da 5ª etapa do Absa Cape Epic – Homens:

1. PYGA Euro Steel 7-1 Philip Buys (South Africa) 7-2 Matthys Beukes (South Africa) 04:19.29,5
2. Scott-SRAM MTB-Racing 4-1 Nino Schurter (Switzerland) 4-2 Lars Forster (Switzerland) 04:19.30,2 +0,7
3. Trek Selle San Marco 10-1 Damiano Ferraro (Italy) 10-2 Samuele Porro (Italy) 04:25.44,0 +6.14,5

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Geral do Absa Cape Epic 2019:

1. Scott-SRAM MTB-Racing 4-1 Nino Schurter (Switzerland) 4-2 Lars Forster (Switzerland) 19:20.25,3
2. Cannondale Factory Racing 3-1 Manuel Fumic (Germany) 3-2 Henrique Avancini (Brazil) 19:25.38,9 +5.13,6
3. Trek Selle San Marco 10-1 Damiano Ferraro (Italy) 10-2 Samuele Porro (Italy) 19:35.16,0 +14.50,7
4. BULLS Heroes 6-1 Urs Huber (Switzerland) 6-2 Simon Stiebjahn (Germany) 19:41.54,9 +21.29,6
5. SpecializedFoundationNAD 13-1 Alan Hatherly (South Africa) 13-2 Matthew Beers (South Africa) 19:54.46,1 +34.20,8
6. BUFF SCOTT MTB 11-1 Francesc Guerra Carretero (Spain) 11-2 Enrique Morcillo Vergara (Spain) 19:57.36,2 +37.10,9
7. Canyon 5-1 Kristian Hynek (Czech Republic) 5-2 Petter Fagerhaug (Norway) 20:04.26,2 +44.00,9
8. BULLS Legends 2-1 Karl Platt (Germany) 2-2 Alban Lakata (Austria) 20:05.05,6 +44.40,3
9. 7C CBZ WILIER 25-1 Louis Meija (Colombia) 25-2 Johnny Cattaneo (Italy) 20:05.46,0 +45.20,7
10. 7C CBZ WILIER 2 32-1 Tony Longo (Italy) 32-2 Gregory Brenes (Costa Rica) 20:07.49,3 +47.24,0

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

Resultados da 5ª etapa do Absa Cape Epic – Mulheres:

1. Summit Fin 54-1 Candice Lill (South Africa) 54-2 Adelheid Morath (Germany) 05:20.42,1
2. Investec-songo-Specialized 50-1 Annika Langvad (Denmark) 50-2 Anna van der Breggen (Netherlands) 05:24.48,0 +4.05,9
3. Silverback – Fairtree 52-1 Jennie Stenerhag (Sweden) 52-2 Mariske Strauss (South Africa) 05:32.12,2 +11.30,1

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Geral Feminina do Absa Cape Epic 2019:

1. Investec-songo-Specialized 50-1 Annika Langvad (Denmark) 50-2 Anna van der Breggen (Netherlands) 23:09.42,2
2. Summit Fin 54-1 Candice Lill (South Africa) 54-2 Adelheid Morath (Germany) 23:31.04,5 +21.22,3
3. Kross-Spur Racing 53-1 Ariane Lüthi (Switzerland) 53-2 Maja Wloszczowska (Poland) 24:01.10,5 +51.28,3
4. Silverback – Fairtree 52-1 Jennie Stenerhag (Sweden) 52-2 Mariske Strauss (South Africa) 24:09.06,5 +59.24,3
5. Meerendal WIAWIS Rotwild 51-1 Sabine Spitz (Germany) 51-2 Nadine Rieder (Germany) 24:29.07,9 +1:19.25,7
6. Galileo Risk 56-1 Theresa Ralph (South Africa) 56-2 Sarah Hill (South Africa) 25:41.20,0 +2:31.37,8
7. FreakShow SCOTT 57-1 Sonya Looney (United States of America) 57-2 Catherine Williamson (England) 26:22.27,5 +3:12.45,3
8. Land Rover Jaguars 46-1 Hannele Steyn (South Africa) 46-2 Katja Steenkamp (South Africa) 29:46.49,9 +6:37.07,7
9. T and T 351-1 Jeanette Treherne (South Africa) 351-2 Vivienne Turvey (South Africa) 33:14.32,9 +10:04.50,7
10. Hils&Rails 210-1 Hildegarde Cronje (South Africa) 210-2 Auralia Edwards (South Africa) 33:32.17,4 +10:22.35,2

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

A vila Absa Cape Epic Race está agora situada na Universidade de Stellenbosch, a 6ª etapa tem em 89 km e 2650 metros de subida vertical.

Deixar uma resposta