A Investec-songo-Specialized continua a correr em direção à vitória do Absa Cape Epic e tal é o domínio na categoria feminina que, mesmo quando as coisas correm mal, aparentam somente descarrilar temporariamente, sem prejudicar a sua capacidade de chegar ao título.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Na quinta-feira, Annika Langvad e Anna van der Breggen tiveram seu maior drama até agora no Absa Cape Epic de 2019, quando Langvad caiu devido a uma “falta de concentração”, mas a sorte certamente parece estar com a dupla de campeãs do mundo quando ela voltou a bicicleta rapidamente, chegando facilmente à sua quinta vitória em cinco etapas.

O contra-relógio de 43 km nos trilhos à volta de Oak Valley Estate foi simplesmente mais uma etapa para a tetra-campeã, nesta prova e a sua parceira principiante, mostrarem seu domínio e não foi surpresa somarem mais um minuto e 44 segundos à liderança.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

A equipa da Summit Fin, de Candice Lill e Adelheid Morath. Ariane Lüthi e Maja Wloszczowska (Kross-Spur Racing) terminaram em terceiro, a dois minutos.

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

Os resultados não mudaram as primeiras posições, com Langvad e Van der Breggen ampliando a sua vantagem para mais de 25 minutos, enquanto o Summit Fin está agora a oito minutos da terceira classificada Kross-Spur Racing.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

“É uma corrida longa e temos competido muitos dias seguidos. Acho que perdi um pouco a concentração”, disse Langvad, empoeirada, mas ilesa.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Eu caí numa zona de areia e apenas deslizei. A minha bicicleta estava presa num pequeno arbusto e eu puxei-a para colocá-la novamente no trilho, mas ela não se estava a mexer.”

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Esta corrida não é nada fácil. Nesta corrida temos que manter a concentração e o foco sempre, o cansaço consome-nos o tempo todo. Esse é o verdadeiro desafio. É muito diferente  ir para uma prova de duas horas, fazer um percurso como hoje quando estamos está bem descansadas do que o fazer no quinto dia da Absa Cape Epic.”

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

E então, na sua primeira confissão que a equipa vislumbra a vitória na geral, Langvad acrescentou: “Estou feliz por ter chegado até hoje … estamos lentamente a começar a contar os dias”.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Van der Breggen disse que nunca se preocupou, mesmo quando ouviu a sua companheira sair de lado no trilho: “Eu sabia que não era muito profundo e sabia que ela sairia novamente. Quando olhei, ela estava bem.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Com cinco dias concluídos e apenas mais três para terminar, parece que a única forma na qual a equipa Investec-songo-Specialized pode ser derrotada é através de uma grande avaria mecânica. No entanto, a corrida pelo segundo lugar ainda está muito viva, embora Lill e Morath pareçam estar a ganhar força.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Foi muito bom o contrarrelógio hoje”, disse Lill, extremamente fresca, após sair da bicicleta. “Foi um pouco refrescante em comparação com o dia tão duro de ontem. Houve alguns singletracks realmente fantásticos hoje. Foi incrível, passamos pela bancada duas vezes e havia muita gente a puxar por por nós.”

Photo by Sam Clark/Cape Epic

“O nosso plano não era dar muito forte hoje. Não é possível acumular um tempo num contrarrelógio de 43 km, então só queríamos proteger nosso segundo lugar e andar tranquilamente.”

“Não houveram dramas. Estamos a correr de forma muito conservadora. A nossa abordagem é abrandar um pouco e não perder muito tempo com um problema mecânico.”

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

“Amanhã (sexta-feira) vai ser um dia enorme. Eu acho que vai ser o maior dia do Absa Cape Epic.”

A etapa de sexta-feira é a rainha e os corredores enfrentam uma dura 100km com 2850m de subida acumulada enquanto vão do Oak Valley até Stellenbosch University.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

Na quinta-feira, Theresa Ralph e Sarah Hill, da equipa Galileo Risk, aumentaram sua liderança na prova do Absa African Women e estão atualmente em sexto lugar no ranking geral.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

Resultados da 4ª etapa do Absa Cape Epic:

1. Investec-songo-Specialized 50-1 Annika Langvad (Denmark) 50-2 Anna van der Breggen (Netherlands) 02:02.01,4
2. Summit Fin 54-1 Candice Lill (South Africa) 54-2 Adelheid Morath (Germany) 02:03.45,7 +1.44,3
3. Kross-Spur Racing 53-1 Ariane Lüthi (Switzerland) 53-2 Maja Wloszczowska (Poland) 02:05.46,7 +3.45,3

Photo by Sam Clark/Cape Epic

Geral Feminina do Absa Cape Epic 2019:

1. Investec-songo-Specialized 50-1 Annika Langvad (Denmark) 50-2 Anna van der Breggen (Netherlands) 17:44.54,2
2. Summit Fin 54-1 Candice Lill (South Africa) 54-2 Adelheid Morath (Germany) 18:10.22,4 +25.28,2
3. Kross-Spur Racing 53-1 Ariane Lüthi (Switzerland) 53-2 Maja Wloszczowska (Poland) 18:18.27,3 +33.33,1
4. Silverback – Fairtree 52-1 Jennie Stenerhag (Sweden) 52-2 Mariske Strauss (South Africa) 18:36.54,3 +52.00,1
5. Meerendal WIAWIS Rotwild 51-1 Sabine Spitz (Germany) 51-2 Nadine Rieder (Germany) 18:52.34,8 +1:07.40,6
6. Galileo Risk 56-1 Theresa Ralph (South Africa) 56-2 Sarah Hill (South Africa) 19:49.55,0 +2:05.00,8
7. FreakShow SCOTT 57-1 Sonya Looney (United States of America) 57-2 Catherine Williamson (England) 20:25.53,9 +2:40.59,7
8. Land Rover Jaguars 46-1 Hannele Steyn (South Africa) 46-2 Katja Steenkamp (South Africa) 22:56.34,1 +5:11.39,9

Deixar uma resposta