Miranda-Mortágua corre Grande Prémio Anicolor este domingo

43

Domingo, dia 20 de maio, a equipa Continental UCI Miranda-Mortágua vai para a estrada disputar a terceira edição do Grande Prémio Anicolor, prova que integra o calendário nacional da época 2018, destinada a Elites e Sub-23. Esta clássica de um dia vai realizar-se entre os concelhos de Oliveira do Bairro e Águeda.

São oito os ciclistas da Miranda-Mortágua que vão alinhar na corrida: António Barbio, Nuno Meireles, Francisco Campos, Gonçalo Carvalho, Damien Cordeiro, José Sousa, Pedro Teixeira e Tiago Leal.

A partida será dada na Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto, em Oliveira do Bairro, de onde o pelotão vai sair às 12.30 horas. A Avenida 25 de Abril, em Águeda, será o local que receberá a chegada, depois de percorridos 142,6 km, o que deve acontecer cerca das 16 horas. Oliveira do Bairro, Aguada de Baixo, Borralha, Aguada de Cima, Águeda, Recardães, Piedade, Perrães, Fermentelos, Oiã, Silveiro, São Martinho, Belazaima do Chão, Agadão, Falgoselhe e Bolfiar são os locais por onde o pelotão vai passar.

Do percurso do 3.º Grande Prémio Anicolor – uma organização do Velo Clube do Centro com a colaboração do Sporting Clube de Fermentelos – vai fazer parte um circuito na fase intermédia, com passagens pela meta previstas para as 12.45 horas, 13.35 horas e 14.20 horas.

Após esta passagem o pelotão sairá do circuito, entrando no setor mais exigente do traçado, com duas contagens de montanha de terceira categoria nos derradeiros 14 km. Os prémios de montanha estão instalados junto à rotunda no final da subida da Povoinha e depois de Falgoselhe, no final da subida pela estrada das Capelas, junto à estrada que liga o Caramulo a Águeda.

Pedro Silva, diretor desportivo da Miranda-Mortágua, espera que “a equipa continue no mesmo registo da semana passada. As coisas finalmente voltaram à normalidade e ao que estamos habituados a mostrar na estrada e a oferecer aos nossos patrocinadores”. Para o dirigente, o objetivo para a competição deste domingo será “fazer pódios e lutar pela vitória final. A prova vai servir também para manter o nível de motivação geral da equipa, que regressou”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome