O auditório do Centro de Animação Cultural de Mortágua encheu este sábado, dia 2, para conhecer e aplaudir a Equipa Continental UCI Miranda-Mortágua que vai para a estrada na presente temporada.

Os 10 ciclistas, equipa técnica e staff apresentaram-se publicamente numa cerimónia cuidada e ao som da banda “Cordas Partidas”. No ano do 20º aniversário do Velo Clube do Centro, a gala ficou marcada pela presença no palco dos muitos ciclistas que já representaram a equipa, mesmo a terminar a cerimónia, em símbolo de homenagem.

São 10 os ciclistas que compõem o plantel para a temporada de 2019, alguns deles novos reforços, outros que deram a alegria de regressar a casa, como é o caso de Gaspar Gonçalves, Daniel Freitas e Hugo Sancho, este último um filho da terra que regressa às suas origens com ambições bem elevadas. Da temporada 2018, mantém-se dois jovens ciclistas, Artur Chaves e Tiago Leal e as “novas caras” são Ivo Pinheiro, Pedro Pinto e os espanhóis Cristian Mota, Sergio Vega e Jesús Nanclares.

Da equipa técnica fazem parte Francisco Casaca e Diogo Casaca (massagistas) e os mecânicos Hélder Silva e Carlos Ribeiro. Na Direção Desportiva estão Francisco Casaca, Xavier Silva, Válter Sousa e Pedro Silva, presidente do Velo Clube do Centro e diretor desportivo da Miranda-Mortágua.

Para o líder do projeto, Pedro Silva emocionado, afirmou que “este é um projeto com muita história, celebram-se os 20 anos e continuamos no patamar mais alto do ciclismo em Portugal. Isto só nos pode encher de orgulho, a esta equipa e a todos o que nos apoiam incondicionalmente.”

Já Delmino Pereira, também enalteceu a grande apresentação que a equipa proporcionou e afirmou que “o ciclismo só tem a ganhar com equipas com esta dinâmica e se eu fosse ciclista estaria muito motivado por pertencer a esta equipa e viver uma apresentação desta categoria.”.

João Filipe Miranda, CEO da Miranda&Irmão, líder mundial em componentes de transmissão para bicicletas e principal patrocinador da equipa, foi outra das presenças na sessão e afirmou que “este ano a equipa está a testar as novas pedaleiras de estrada sistema modular, as mais leves do mercado”, e aproveitou também para desejar boa sorte a todos os ciclistas e equipa técnica.

Por último, o presidente da Câmara Municipal de Mortágua, José Júlio Norte, viu o passado sábado como “mais um marco no desporto mortaguense.” A apresentação que contou com plateia quase cheia foi motivo de orgulho também por parte do presidente da Câmara Municipal de Mortágua. “Tenho a certeza que o Pedro Silva nos irá encher de orgulho uma vez mais, tem ao seu encargo uma equipa totalmente renovada, o que torna esta temporada ainda mais desafiante.”.

A sessão terminou com uma homenagem de Pedro Silva a Bruno Sancho, ciclista natural de Mortágua e que representou a nossa equipa durante vários anos e com resultados de muito destaque. O Velo Clube do Centro, no ano em que celebra o 20º aniversário não deixou esquecer os feitos conseguidos por Bruno Sancho.

A Miranda-Mortágua está neste momento a uma semana de iniciar a Temporada 2019. No dia 10 de Fevereiro dão-se as primeiras pedaladas da Época, com a Prova de Abertura Região de Aveiro, prova que tem partida em Sever do Vouga e chegada em Estrarreja.

Deixar uma resposta