O regresso do Enduro World Series – E (EWS-E) à competição deu-se na estância suíça de Crans-Montana. Nesta vertente e-bike com um total de 50 participantes, destaque para a presença da formação UCI Miranda Factory Team com Emanuel Pombo, Tiago Ladeira e o estreante Nuno Reis.

Miranda Factory Team Com Pódio No Ews-E 2021 – Crans-MontanaA formação portuguesa, atual Campeã do Mundo da especialidade utilizou o modelo KTM Macina Prowler Exonic powered by Miranda Bike Parts.

PUB

Em Crans-Montana os atletas enfrentaram uma das mais exigentes provas até então, com um total de 9 especiais cronometradas em três voltas, contabilizando cerca de 70 km´s e mais de 4000 metros de acumulado positivo.

Miranda Factory Team Com Pódio No Ews-E 2021 – Crans-MontanaTiago Ladeira mostrou desde muito cedo a sua enorme evolução nesta vertente, garantindo consecutivamente prestações dentro do top5. No final, o viseense garantiu um brilhante 4º lugar nesta primeira jornada da competição. “Senti-me bem ao longo de toda a prova e consegui fazer boas especiais. No final já estava a quebrar um pouco, mas consegui segurar este excelente lugar. Vou continuar a trabalhar, para no futuro tentar alcançar o pódio geral. A equipa e a Miranda Bike Parts estão de parabéns, pois conseguimos o primeiro pódio”.

Também Emanuel Pombo – atual nº3 mundial, contou com bons registos em várias especiais, com especial destaque para a última do dia, onde averbou o 2º registo. Infelizmente um contratempo na “power-stage” fê-lo perder segundos preciosos. No final, Pombo ficaria em 5º lugar, logo atrás do seu companheiro de equipa. “O nível entre atletas subiu bastante este ano. Eu senti-me rápido e competitivo, no entanto senti algumas dificuldades nas especiais localizadas em maior altitude. Ainda na power-stage cometi um erro e fui forçado a saltar da bike, perdendo bastante tempo. Agora é ajustar alguns pormenores e pensar já na próxima prova”.

Miranda Factory Team Com Pódio No Ews-E 2021 – Crans-MontanaJá o jovem Nuno Reis, fazia aqui a sua estreia na vertente e-bike. O atual Campeão Nacional e presença habitual na Taça do Mundo de Downhill não teve a sorte do seu lado na Suíça e acabaria mesmo por ser forçado ao abandono ainda na primeira volta. Uma queda aparatosa na primeira PEC e um contratempo mecânico na segunda, ditaram a estreia do atleta. “A prova não correu como queria. A queda foi grande e depois não consegui resolver o problema na segunda especial e acabei por penalizar. A corrida acabou aí…Agora é focar-me já na próxima e tentar melhorar alguns aspetos”.

A formação Miranda Factory Team garantiu o seu primeiro pódio, conquistando o 3º lugar na Suíça. A equipa portuguesa segue agora para Itália – Finale Ligure, onde já no próximo fim-de-semana terá a segunda ronda do EWS-E 2021.

Deixar uma resposta