PUB

Maria Martins mostrou-se hoje “realizada” por cumprir o sonho de se estrear em Jogos Olímpicos, e logo com um sétimo lugar “muito positivo” no omnium da pista, em Izu.

Maria Martins Cumpre Sonho Olímpico Com Sétimo Lugar “Muito Positivo”
Photo Getty Images

“Estar cá e ser das melhores é um orgulho enorme, do fundo do coração. Sou olímpica, e para mim sempre foi um sonho. Sinto-me tão bem agora… é muita emoção”, contou, na zona mista do Velódromo de Izu.

PUB

A estreia lusa no ciclismo de pista teve na jovem de 22 anos a representante, com um sexto lugar na corrida de scratch, o oitavo no tempo e o quinto posto na eliminação, chegando depois ao total de 95 pontos na corrida final, de pontos.

Maria Martins Cumpre Sonho Olímpico Com Sétimo Lugar “Muito Positivo”
Photo Getty Images

Segundo a ciclista, “previa-se uma corrida muito aberta e disputada”, o que se comprova por “diferenças de um ou dois pontos” entre o pelotão nas contas finais.

“Como a diferença era mínima para a última corrida, tínhamos de tentar pontuar seja de que forma fosse, defender o lugar e gastar o menos energia possível. Foi tão disputada, num nível super elevado, a pouco e pouco as forças eram menores. No final, consegui ganhar muita força e queria terminar isto de forma muito positiva. Estava empatada para quinta, ao não pontuar desci para sétimo”, relatou.

O resultado “muito positivo”, sobretudo por ter conseguido fazê-lo “entre as melhores”, comprova o “orgulho” que vai repetindo, sobretudo depois de ter encerrado a participação lusa.

“Sou uma desses 92 [o número de portugueses a participarem em Tóquio2020], e tenho muito orgulho em ser portuguesa nesta equipa. Somos uma nação valente, enormes mesmo, e os outros deram-me muita força. Ao ser a última, vamo-nos inspirando, enchendo-nos de garra e força interior”, explicou.

Se já chegar aos Jogos seria “uma realização pessoal”, poder conseguir um diploma e “ir à Cerimónia de Encerramento é inacreditável”.

Jennifer Valente
Photo Getty Images

A nova campeã olímpica do omnium é a norte-americana Jennifer Valente, que acabou a prova com 124 pontos, batendo a japonesa Yumi Kajihara, prata, e a holandesa Kirsten Wild, bronze, após a última prova da modalidade, no Velódromo de Izu.

Deixar uma resposta