PUB

O Campeonato da Europa de Paraciclismo terminou neste domingo, em Steegen, Áustria, com o quinto lugar de Luís Costa na prova de fundo de classe H5 a ser o melhor registo nacional nesta jornada.

Os paraciclistas de classe H5 completaram dez voltas ao circuito desenhado em Peuerbach e Steegen. Luís Costa manteve um ritmo constante, colocando-se, durante grande parte da corrida, na posição em que viria a terminar.

PUB

O representante nacional gastou foi o quinto classificado, a 4m23s do vencedor, o neerlandês Mitch Valize, que bateu ao sprint o francês Loic Vergnaud. O polaco Krzysztof Plewa, que rodou grande parte da prova junto dos dois primeiros, cedeu na parte final e terminaria na terceira posição, a 25 segundos.

Flávio Pacheco defendeu as cores nacionais na prova de fundo de classe H4. O alentejano foi o nono classificado, a uma volta dos quatro primeiros, únicos que completaram o percurso de dez voltas. O mais rápido foi o francês Joseph Fritsch, seguido pelo austríaco Thomas Frühwirth, a 6 segundos, e por outro francês, Mathieu Bosredon, a 13 segundos.

“O nível foi muito alto neste Campeonato da Europa. Da nossa participação destaco o empenhamento de todos e os resultados muito positivos, com dois lugares perto do pódio em quatro dias de competição. Na última jornada, o Luís Costa esteve ao seu nível habitual, enquanto o Flávio Pacheco estava fisicamente debilitado, desde ontem que não se sente muito bem”, conta o selecionador nacional de paraciclismo, José Marques.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui