A antiga Linha do Sabor, que permitia a ligação ferroviária entre o Pocinho e a aldeia de Duas Igrejas – a cerca de 10 kms de Miranda do Douro – viu recentemente crescer o número de quilómetros reconvertidos em Ecopista.

Ecopista do Sabor, próximo de Sendim
Ecopista do Sabor, próximo de Sendim

Entre as antigas estações de Sendim e de Duas Igrejas, numa extensão que totaliza 13 quilómetros, já é possível pedalar neste curto troço por onde já circularam comboios em bitola estreita, agora com um pavimento renovado em macadame. Para além da via, foi ainda recuperada na sua totalidade a antiga estação de Sendim e construída uma ciclovia a ligar a estação ao centro desta pacata aldeia transmontana.

Atravessando 4 concelhos transmontanos – Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro e Miranda do Douro – esta antiga linha ferroviária desactivada em 1988 tem uma extensão que ultrapassa os 105 km.

Mapa da Ecopista do Sabor, com os 2 troços já recuperados

Quando estiver totalmente reconvertida, esta infraestrutura pedonal e ciclável permitirá subir do Pocinho, à cota 130 metros, até ao Planalto Mirandês, levando os adeptos dos passeios e viagens em bicicleta a ultrapassar a altitude dos 800 metros, sempre com inclinações suaves e inferiores a 2.5%.

Com uma envolvente cénica a mostrar uma variedade biológica ímpar, podem observar-se enormes extensões de cultivo de cerais diversos, olivais tradicionais e até extensos montados de sobro nesta que é a região onde ainda resiste a único dialecto falado e escrito em Portugal, o Mirandês.

Envolvente cénica à Ecopista do Sabor, em pleno Planalto Mirandês

Na estação de Duas Igrejas – o P.K. 105.291 desta ecopista – pode ainda encontrar-se em bom estado de conservação e de funcionamento a Redonda, o poço utilizado para dar meia volta às antigas locomotivas, que funciona acionando uma manivela. É um dos raros exemplares nestas condições existente em Portugal.

Redonda da Estação de Duas Igrejas

Em 2006 tinham já sido reconvertidos em ecopista cerca de 21 km deste corredor, no troço para nascente de Torre de Moncorvo sendo que com mais estes 13 km totalizam-se já 34 km desta antiga linha reconvertidos em ecopista. Estes últimos serão incluídos na Rede Nacional de Cicloturismo, em mapa a publicar durante a Primavera de 2019.

Curiosidade: na estação de Sendim está pendurada no topo de um poste uma motorizada antiga made in Portugal e o respectivo capacete

Aproveite a campanha de final-de-ano para planear as suas viagens em bicicleta adquirindo o Road Book 2018 da Rede Nacional de Cicloturismo com 30% de desconto. Veja como:

1 – Vá a https://sellfy.com/p/qSvv/
2 – Clique no botão “Buy Now” ;
3 – Na caixa “Coupon code” introduza o código de desconto ;
4 – Clique em “Apply” e o valor final irá automaticamente reflectir o desconto ;
5 – Introduza o seu endereço de email e clique no botão “Buy Now” para finalizar a aquisição, utilizando cartão de crédito ou conta Paypal.

Código de desconto: 30%OFF-Final-de-Ano-2018

Boas pedaladas.

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu falo varias linguas : espanhol, frances (sou professor de frances) italiano, ingles, checo, servio, portugues, ando a
    aprender russo, e sobretudo, falo mirandes, que é à minha lingua materna e a que mais me orgulha.

  2. Afirmativo. Até 1999 foi um dialecto, tendo sido neste ano que foi consagrada a sua elevação a língua oficial, falada e escrita.
    Parabéns aos Mirandeses por fazer tudo o que está ao seu alcance para manter esta língua viva.
    Até existem livros do Asterix traduzidos para Mirandês. Eu tenho um 🙂
    Boas pedaladas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome