A Equipa Portugal vai competir na Suíça, de 30 de maio a 2 de junho, no Tour du Pays de Vaud, exigente prova por etapas, pontuável para a Taça das Nações de Juniores.

A competição helvética, de referência no calendário júnior internacional, é marcada pela montanha e pela disputa de dois contrarrelógios. É o primeiro compromisso da Seleção Nacional júnior além fronteiras em 2019.

José Poeira convocou seis corredores para o Tour du Pays de Vaud: André Domingues (Escola de Ciclismo Bruno Neves), Daniel Dias e Pedro Silva (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), Diogo Narciso e João Macedo (Bairrada) e Henrique Fróis (Academia Joaquim Agostinho/UDO).

“Em 2018 conseguimos um lugar nos 15 primeiros e a camisola da montanha, com o Guilherme Mota. Com o grupo que temos neste ano acredito que poderemos repetir a posição nos lugares que garantem pontos para a Taça das Nações. Partimos ainda com a ambição de discutir etapas”, confessa José Poeira.

O Tour du Pays de Vaud terá quatro etapas e um total de 341,8 quilómetros. O arranque, no dia 30 de março, acontece com um prólogo de 5,2 quilómetros, em sistema de contrarrelógio individual, a disputar em Echichens. No dia seguinte corre-se a primeira etapa em linha, a mais longa da prova, 128,8 quilómetros, entre Tolochenaz e Chamblon.

O sábado, 1 de junho, é dia de jornada dupla. Pela manhã, o pelotão fará uma viagem de 82,7 quilómetros, desde Cugy até Bière. Esta localidade recebe, à tarde, o segundo setor da terceira etapa, um contrarrelógio individual de 14,6 quilómetros.

A última tirada é a etapa-rainha da competição, 110,9 quilómetros, em redor de Granges-Marnand, num terreno de permanente sobe e desce, de enorme exigência.

Deixar uma resposta