A Jumbo-Visma venceu hoje o contrarrelógio por equipas da segunda etapa da Volta à França, assegurando que o holandês Mike Teunissen, vencedor no primeiro dia, vá chegar a solo francês com a camisola amarela.

© Dion Kerckhoffs/CV/BettiniPhoto

A equipa holandesa foi a única das 22 formações a conseguir baixar dos 29 minutos, fechando com um tempo de 28.57, que bate por 20 segundos a britânica INEOS, segunda, e em 21 a belga Deceuninck-QuickStep.

Depois de uma inesperada vitória ao ‘sprint’ na primeira etapa, em que planeava lançar o compatriota Dylan Groenewegen para a vitória, Teunissen sai de Bruxelas de liderança reforçada e vai entrar em França, na terceira tirada, com a camisola amarela vestida.

© Kei Tsuji/BettiniPhoto

“Ouvimos que tínhamos sido os mais rápidos e isso deu-nos tanta moral. E já tínhamos muita por eu estar com a camisola amarela. Estávamos a ‘voar’, foi incrível. Não posso habituar-me a ganhar etapas no ‘Tour’, mas são duas em duas possíveis e sabe muito bem”, explicou Teunissen, no final da etapa.

© A.S.O./Alex BROADWAY

Para a equipa holandesa, é uma segunda vitória consecutiva no ‘Tour’, e a quarta em ‘grandes voltas’ em 2019, depois de dois contrarrelógios individuais do esloveno Primoz Roglic na Volta a Itália, que terminou em segundo da geral.

© A.S.O./Alex BROADWAY

Mais importante do que o ‘maillot jaune’ de Teunissen é o tempo que o chefe de fila, o também holandês Steven Kruiswijk, ganhou aos rivais na luta pela geral final, uma vez que é agora terceiro, a 10 segundos da amarela e com pelo menos 20 segundos em relação a toda a concorrência, a começar pelos homens da INEOS, o britânico e vencedor em 2018 Geraint Thomas e o colombiano Egan Bernal.

© A.S.O./Alex BROADWAY

Com um contrarrelógio em que perdeu 1.15 minutos, o desempenho da Movistar, de Nelson Oliveira, prejudicou tanto o colombiano Nairo Quintana como o espanhol e campeão do mundo Alejandro Valverde, já a mais de um minuto dos homens da Jumbo-Visma.

© A.S.O./Alex BROADWAY

A pior prestação entre formações com candidatos à vitória final foi da AG2R La Mondiale, que deixa o seu chefe-de-fila, o francês Romain Bardet, a 1.29 da amarela, enquanto o também francês Thibaut Pinot (Groupama-FDJ), o italiano Vincenzo Nibali (Bahrain Merida), o britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) e o dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana) limitaram as perdas, entre os 42 e os 51 segundos.

© A.S.O./Alex BROADWAY

A suíça Katusha-Alpecin, dirigida por José Azevedo, foi hoje quarta classificada, a 26 segundos, o que ‘lançou’ o luso José Gonçalves para o ‘top 30’, onde segue agora em 29.º, a 40 do camisola amarela.

© A.S.O./Alex BROADWAY

Por outro lado, a UAE Emirates de Rui Costa desiludiu, com o português a seguir em 91.º, a 1.13 minutos, menos dois segundos do que Nelson Oliveira (Movistar), que é 100.º após um ‘crono’ fraco da equipa espanhola.

Classificações da 106.ª Volta a França em bicicleta, após a segunda etapa, um contrarrelógio por equipas de 27,6 quilómetros em Bruxelas:

Classificação da etapa:

  1. Jumbo-Visma, Hol, 28.57 minutos. (média: 57,20 km/h)
  2. INEOS, GB, a 20 segundos.
  3. Deceuninck-Quick Step, Bel, a 21.
  4. Katusha Alpecin, Sui, a 26.
  5. Sunweb, Ale, m.t.
  6. Education First, EUA, a 28.
  7. CCC, Pol, a 31.
  8. Groupama-FDJ, Fra, a 32.
  9. Bahrain Merida, Bah, a 36.
  10. Astana, Caz, a 41.

Classificação da geral individual:

  1. Mike Teunissen, Hol (Jumbo-Visma), 4:22.37 horas.
  2. Wout Van Aert, Bel (Jumbo-Visma), a 10 segundos.
  3. Steven Kruiswijk, Hol (Jumbo-Visma), m.t.
  4. Tony Martin, Ale (Jumbo-Visma), m.t.
  5. George Bennett, NZ (Jumbo-Visma), m.t.
  6. Gianni Moscon, Ita (INEOS), a 30.
  7. Egan Bernal, Col (INEOS), m.t.
  8. Geraint Thomas, GB (INEOS), m.t.
  9. Dylan Van Baarle, Hol (INEOS), m.t.
  10. Elia Viviani, Ita (Deceuninck-Quick Step), a 31.
  11. José Gonçalves, Por (Katusha-Alpecin), a 40.
  12. Thibaut Pinot, Fra (Groupama-FDJ), a 42.
  13. Vincenzo NIbali, Ita (Bahrain-Merida), a 46.
  14. Adam Yates, GB (Mitchelton-Scott), a 51.
  15. Jacob Fuglsang, Din (Astana), m.t.
  16. Rui Costa, Por (UAE Emirates), a 1.13.
  17. Nairo Quintana, Col (Movistar), a 1.15 minutos.
  18. Alejandro Valverde, Esp (Movistar), m.t.
  19. Nelson Oliveira, Por (Movistar), a 1.13.
  20. Romain Bardet, Fra (AG2R La Mondiale), a 1.29.
© A.S.O./Alex BROADWAY

Na segunda-feira, a caravana da ‘Grande Boucle’ deixa a Bélgica a meio da terceira etapa, que liga Binche, ainda em solo belga, à cidade francesa de Épernay, numa ligação de 215 quilómetros com um traçado plano, ainda que tenha várias subidas nos últimos 30 quilómetros, deixando o final em aberto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome