PUB

Jason Kenny foi a grande estrela no ciclismo de pista dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 ao conquistar a sétima medalha de ouro na modalidade, revalidando o título em keirin no último dia de competições, dominadas pela Europa.

Jason Kenny Foi 'Rei' No Ciclismo De Pista Dominado Pela EuropaO ouro conseguido no Velódromo de Izu, que junta à prata conquistada no sprint por equipas, coloca Jason Kenny na liderança de lista de atletas britânicos mais medalhados de sempre, com sete ouros e duas pratas, à frente de Chris Hoy, também ciclista, que conseguiu seis ouros e uma prata.

PUB

A quarta da lista de britânicos mais medalhados, atrás de Bradley Wiggins, que é terceiro, é Laura Kenny, que soma um total de seis subidas ao pódio, cinco das quais para receber ouro.

Em Tóquio, Laura, mulher de Jason Kenny, conquistou um ouro e uma prata, em madison e na perseguição por equipas, e foi afastada da prova de omnium, na qual a portuguesa Maria Martins se estreou com um sétimo lugar, e Yumi Kajihara, segunda classificada, deu a primeira medalha de sempre ao ciclismo japonês.

O holandês Harrie Lavreysen não conseguiu juntar o título olímpico de keirin ao mundial, tendo sido bronze, atrás de Kenny, e do malaio Mohd Azizulhasni Awang, mas conquistou o ouro nas provas de sprint individual e por equipas.

Na perseguição por equipas no setor masculino, a Itália surpreendeu conquistando o ouro que quase todos “atribuíam” à Dinamarca, que nos Mundiais de 2020 se sagrou campeã e bateu três vezes o recorde do mundo.

Na competição de madison, os dinamarqueses não facilitaram e conquistaram o ouro, impondo-se à Grã-Bretanha e à França, prata e bronze, respetivamente, para juntarem o título olímpico ao mundial.

Maria Martins Cumpre Sonho Olímpico Com Sétimo Lugar “Muito Positivo”
Photo Getty Images

No sprint individual feminino, Kelsey Mitchell conseguiu o primeiro ouro para o Canadá desde 2004, enquanto no keirin a holandesa Shanne Braspennincx protagonizou uma história de superação, ao sagrar-se campeã olímpica seis anos depois de ter sofrido um enfarte do miocárdio.

A Grã-Bretanha continua a dominar o quadro de medalhas com um total de sete medalhas (três de ouro, três de prata e uma de bronze) seguida dos Países Baixos, com seis (três ouros, uma prata e dois bronzes) e da Dinamarca, que arrecadou um ouro e duas pratas.

Entre os oito países que conquistaram medalhas de ouro nas competições de ciclismo de pista de Tóquio2020, apenas três não são europeus, Canadá, Estados Unidos e China, que arrecadaram um ouro cada.

Quadro de medalhas do ciclismo de pista:

Masculinos:

Sprint individual:

  • Ouro: Harrie Lavreysen, Hol.
  • Prata: Jeffrey Hoogland, Hol.
  • Bronze: Jack Carlin, GB.

Sprint por equipas:

  • Ouro: Países Baixos (Jeffrey Hoogland, Harrie Lavreysen, Roy Van Den Berg e Matthijs Buchli).
  • Prata: Grã-Bretanha (Jack Carlin, Jason Kenny e Ryan Owens).
  • Bronze: França (Florian Grengbo, Rayan Helal e Sebastien Vigier)

Perseguição por equipas:

  • Ouro: Itália (Simone Consonni, Filippo Ganna, Francesco Lamon e Jonathan Milan).
  • Prata: Dinamarca (Lasse Norman Hansen, Niklas Larsen, Frederik Madsen e Rasmus Pedersen).
  • Bronze: Austrália (Leigh Howard, Kelland O’Brien, Lucas Plapp, Sam Welsford e Alexander Porter).

Omnium:

  • Ouro: Matthew Walls, GB.
  • Prata: Campbell Stewart, Nzl.
  • Bronze: Elia Viviani, Ita.

Madison:

  • Ouro: Dinamarca (Lasse Norman Hansen e Michael Morkov).
  • Prata: Grã-Bretanha (Ethan Hayter e Matthew Walls).
  • Bronze: França (Donavan Grondin e Benjamin Thomas).

Keirin:

  • Ouro: Jason Kenny, GB.
  • Prata: Mohd Azizulhasni Awang, Mal.
  • Bronze: Harrie Lavreysen, Hol.

Femininos

Sprint individual:

  • Ouro: Kelsey Mitchell, Can.
  • Prata: Olena Starikova, Ucr.
  • Bronze: Wai Sze Lee, H-K.

Sprint por equipas:

  • Ouro: China (Bao Shanju e Zhong Tianshi).
  • Prata: Alemanha (Lea Sophie Friedrich e Emma Hinze).
  • Bronze: Comité Olímpico da Rússia (Daria Shmeleva e Anastasiia Voinova).

Perseguição por equipas:

  • Ouro: Alemanha (Franziska Brausse, Lisa Brennauer, Lisa Klein e Mieke Kroger).
  • Prata: Grã-Bretanha (Katie Archibald, Neah Evans, Laura Kenny, Josie Knight e Elinor Barker).
  • Bronze: Estados Unidos (Chloe Dygert, Megan Jastrab, Jennifer Valente, Emma White e Lily Williams).

Omnium:

  • Ouro: Jennifer Valente, EUA.
  • Prata: Yumi Kajihara, Jap.
  • Bronze: Kirsten Wild, Hol.

Madison:

  • Ouro: Grã-Bretanha (Katie Archibald e Laura Kenny).
  • Prata: Dinamarca (Amalie Dideriksen e Julie Leth).
  • Bronze: Comité Olímpico da Rússia (Gulnaz Khatuntseva e Mariia Novolodskaia).

Keirin:

  • Ouro: Shanne Braspennincx, Hol.
  • Prata: Ellesse Andrews, Nzl.
  • Bronze: Lauriane Genest, Can.

Deixar uma resposta