As inscrições para a Absa Cape Epic de 2021 esgotaram em questão de segundos; após a abertura às 15h00, horário da África do Sul, na terça-feira, 19 de maio.

Com 90% das inscrições de 2021 ocupadas pelas equipas que se inscreveram em 2020, o espaço para novas inscrições era altamente limitado e foram disponibilizadas 55 entradas de equipa, o primeiro a chegar, era o primeiro a ser servido. Essas inscrições limitadas foram esgotadas praticamente instantaneamente.

“Estamos muito satisfeitos que tantos ciclistas de montanha se comprometeram a embarcar connosco na jornada rumo ao Absa Cape Epic do próximo” afirmou Kevin Vermaak, fundador da corrida. “Desde a sua criação em 2004, a corrida sempre teve excesso de inscritos e eu, como duplo finalista, estou ciente da quantidade de treino necessário para a preparação para um Absa Cape Epic. Conhecida como a corrida que mede tudo, é o evento mais aspiracional e inspirador do ciclismo de montanha. Ter a corrida como meta para 21 a 28 de março do próximo ano certamente manterá os participantes nas suas bicicletas e motivados durante estes tempos incertos.”

“Não conseguimos estrear a rota de 2020, estamos animados com a perspectiva de visitar Ceres, Tulbagh e Wellington em 2021” Vermaak continuou. “A rota é sem dúvida uma das mais exigentes e incríveis da história da corrida. Atravessar a linha de chegada da Grand Finale em Val de Vie Estate no próximo ano será, sem dúvida, ainda mais emocionante, após a agitação deste ano.”

O Absa Cape Epic de 2021 seguirá uma rota de 647 quilómetros, com 15.550 metros de subida acumulada ao longo dos oito dias de corrida. As Race Villages serão sedeadas por Ceres, Tulbagh e Wellington. Cada uma das cidades estava ansiosa para sediar a corrida de 2020, devido ao grande impulso às economias locais que ela traz. Hotéis, pousadas e AirBnB’s locais esperam ficar esgotados durante o Absa Cape Epic em 2021 nas suas cidades, garantindo uma renda para o setor de turismo que tem sido arduamente atingido.

Dois atletas que garantiram as suas vagas quando as inscrições foram abertas foram Justin e Simone van der Linde. Justin é um experiente atleta de corridas por etapas cuja bicicleta o levou a muitas das maiores corridas de ciclismo de montanha da África do Sul em 2019, incluindo o Absa Cape Epic. Na sua primeira tentativa na corrida que mede tudo, ele terminou em 253º ao lado de Albertus Jooste. Em 2021, Justin planeia viajar com sua esposa, Simone.

“Simone tem andado dentro e fora dos últimos anos”, explicou Justin. “Infelizmente, ela teve uma queda dura durante uma corrida de BTT de três dias no final de 2018. Isso deixou-a de fora até que surgiu a oportunidade de pedalarmos juntos no Absa Cape Epic. Estamos felizes por ter muito tempo para nos prepararmos mental e fisicamente. Mas, acima de tudo, estamos ansiosos para enfrentar esse desafio juntos.”

Outra equipa empolgada por estarem juntos são os irmãos gémeos de Gauteng, Shaun e Brett Basel. “Tenho tentando conseguir uma inscrição no Absa Cape Epic há cerca de 6 anos”, confessou Shaun. “Fui atleta da joberg2c e da sani2c desde o seu início e também fiz algumas corridas Wines2Whales. Mas o Absa Cape Epic foi o que sempre me escapou. Estou surpreso por conseguir um lugar, mas isso definitivamente ajudará na motivação de sair e andar das 6 às 9 da manhã nas manhãs frias do inverno. E também com as horas de treino interior.”

Para aqueles que não conseguiram uma inscrição para o Absa Cape Epic de 2021, este não é o fim da linha. A corrida ainda permitirá que as equipas se inscrevam na lista de espera, permitindo que entrem num momento posterior, caso as equipas pré-registadas se retirem do evento.

Para adicionar o seu nome à lista de espera ou para saber mais sobre o Absa Cape Epic de 2021, que está programado para 21 a 28 de março, visite www.cape-epic.com.