O líder da classificação geral da 81.ª Volta a Portugal em bicicleta, o espanhol Gustavo Veloso, e o segundo, João Rodrigues, ambos da W52-FC Porto, estiveram hoje envolvidos numa queda e vão ser observados no hospital.

Gustavo Veloso e João Rodrigues vão ao hospital após queda na 6a Etapa da Volta a Portugal
6a Etapa 189,2km 7/08, Torre de Moncorvo – Bragança durante a 81ª Volta a Portugal Santander 2019, Foto PODIUM / Paulo Maria

“A minha queda, do Gustavo Veloso e do Daniel Mestre [colega de equipa] afetou-nos bastante. Vamos ao hospital ver como estamos, à partida será só a pancada. Dói-me a anca, mas deve ser só o pisado de bater no chão”, explicou João Rodrigues, após o final da sexta etapa da Volta, ganha pelo espanhol Héctor Saez (Euskadi-Murias).

Já o camisola amarela, Veloso, admitiu que o problema foi “o susto e a pancada”, ainda que ambos sejam “coisas que fazem parte do ciclismo”, depois da queda que afetou o trio dos ‘dragões’ nos últimos três quilómetros da tirada, já nas ruas de Bragança, onde a vitória na etapa sorriu ao espanhol Héctor Sáez (Euskadi-Murias).

“Foi pena não parar de chover para secar a estrada, mas a rotunda devia ter óleo. Meio pelotão caiu ali, e só não caiu quem travou antes porque já tinha gente no chão”, referiu o galego, que manteve a camisola amarela, com 15 segundos de avanço para João Rodrigues e 22 sobre o espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano), terceiro.

Photo © João Fonseca Photographer

O acidente sucedeu já dentro da zona em que as diferenças de tempo motivadas por queda são neutralizadas, pelo que ambos foram creditados com o tempo do grupo em que seguiam e mantiveram as duas primeiras posições, mas serão observados no hospital antes de perceberem “como alinhar na quinta-feira” para “mais uma luta”, referiu João Rodrigues.

Veloso, por seu lado, afirmou que sente várias partes do corpo “pisadas, mas há quem esteja pior”, e vai juntar esta “às muitas pancadas” que já traz no corpo.

Para quinta-feira, a sétima etapa culmina na Serra do Larouco e será “mais uma etapa complicada, que também pode ter chuva”, avaliou João Rodrigues, enquanto Daniel Mestre, que lidera a classificação por pontos, se mostrou disposto a “estar na guerra outra vez”.

“Vamos ver como recuperamos esta noite. Quando caímos sentimos mais a quente, mas pode melhorar com o tempo”, atirou.

Deixar uma resposta