Guarda lamas Marshguard

5220

MarshguardA Marshguard é a marca de guarda lamas mais famosa do mercado. Surgindo no downhill, entre grandes nomes mundiais, como Greg Minnar, Steve Peat, ou Josh Bryceland criador da edição especial 50/01, juntamente com os seus amigos Sam Dale & Josh Lewis.

O que é certo é que “o famoso” Marshguard foi-se implementando e, hoje, é uma peça fundamental na bicicleta de BTT, principalmente em dias de chuva e lama, prova disso foi o facto de Aaron Gwin, vencedor da 1ª Taça do Mundo de Downhill 2016, em Lourdes, ter usado este guarda lamas na sua decisiva descida.

Do Downhill, passando pelo Enduro, até ao Crosscountry ou Maratonas, o Marshguard está sempre lá para combater a lama. É notório quando andamos sem guarda lamas, a mesma é projetada constantemente para o nosso campo de visão, sujando os óculos aquando os utilizamos, ou então pode afetar a nossa vista, quando não colocamos os óculos.

Marshguard (2)No caso de Portugal, onde temos invernos rigorosos e neste momento estamos no “chato” “Mês de Abril, águas mil”, onde o uso do Marshguard é indispensável. As razões pelas quais aconselhamos o uso do mesmo é o facto da fácil aplicação, são precisas apenas quatro braçadeiras, o aspeto simples e discreto, dando para utilizar o mesmo durante todo o ano, faça chuva ou faça sol, não incomoda nada, e como já referimos anteriormente, impede a projeção de lama para o campo de visão.

No que diz respeito ao “estilo” e numa altura onde a personalização das bicicletas é algo que mexe com os ciclistas, a Marshguard disponibilizou diversas cores ao gosto do cliente, como o branco, azul, vermelho, amarelo, verde, laranja ou rosa.

Marshguard StashPara complementar o nosso guarda lamas, temos o Stash, um acrescento que contribui, ainda mais, para o impedimento da projeção da lama, se só com uma peça já funcionava bem, com duas temos a harmonia perfeita.

Escolhe a tua cor, escolhe o teu Marshguard e sai para o terreno, porque nem a lama te vai parar.

Mais informações em: www.musette.pro

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome