Etapa mais longa do Grande Prémio Azores – Volta a São Miguel assinalada com triunfo de Josue Gómez, da Ginestar ULB. Polaco Pawel Szotska é o novo líder.

O espanhol Josue Gómez Barrachina (Ginestar ULB) venceu a segunda etapa do Grande Prémio Azores – Volta a São Miguel, competição destinada ao pelotão sub-23 que termina na Lagoa do Fogo.

A segunda etapa da recém reformulada competição apresentava a mais extensa quilometragem das três tiradas, mas, igualmente, era a que dispunha de menor grau de dificuldade, com um acumulado de subida em redor dos 1600 metros.

Apesar do terreno naturalmente ondulado da Ilha de S. Miguel, a corrida acabou com desfecho tradicionalmente associado ao terreno plano, com Gómez superiorizar-se no sprint ao colega de equipa Javier Jorda, terceiro classificado no dia anterior.

O polaco Pawel Szotska (Kuota-C.Paulinho-Oviedo) foi terceiro na linha de meta e, graças aos pontos conquistados pelo seu posicionamento, destronou o anterior líder, Miguel Salgueiro (Sicasal/Constantinos), quinto classificado do dia.

A corrida consolidou a sua principal escapada a meio do percurso com uma fuga de seis elementos. Do sexteto foram três corredores que se revelaram mais resilientes – Damien Marques (ACDC Trofa/Trofense), Marvin Scheulen (LA Aluminios/LA Sport) e José Dias (Fortunna/Maia).

A proximidade da linha de chegada, no entanto, espevitou o pelotão que alcançou os fugitivos e permitiu uma chegada conjunta. Na classificação geral individual, o polaco Pawel Szotska leva vantagem, mas encontra-se em igualdade de tempo com Miguel Salgueiro, líder da classificação da juventude. Na terceira posição da geral individual surge o espanhol Javier Jorda, comandante da classificação por pontos, a dois segundos.

Nas restantes classificações, Daniel Silva (Sicasal/Constantinos) lidera a tabela da montanha. A Vito/Feirense/PNB conserva a liderança da geral por equipas.

No último dia, uma etapa de 99 kms surge no cardápio e promete figurar como decisiva no alinhamento da classificação geral final dada a contagem de montanha coincidente com a chegada à Lagoa do Fogo.

Com 2426 metros de acumulado a terceira e derradeira etapa do Grande Prémio Azores parte de Lagoa e apresenta passagem por Ponta Delgada, Ginetes, Várzea, Sete Cidades, Arribanas, São Vicente, Fenais da Luz, Pico da Pedra e Ribeira Grande antes da escalada final.

Os últimos dez quilómetros da etapa serão, por isso, feitos em subida, com uma pendente média de 7,6 por cento, prometendo alterações importantes nos lugares cimeiros da classificação.

Deixar uma resposta