Governo quer funcionários públicos a andar de bicicleta

580

Funcionários públicos a pedalar, à boleia, através da partilha de carros do Estado e criação de zonas de estacionamento para bicicletas nos organismos da administração pública são algumas das medidas inscritas no Programa de Mobilidade que é hoje apresentado.

A mobilidade eléctrica e sustentável da administração pública vai ser apresentada esta manhã, pelo ministro do Ambiente e pelos secretários de Estado do Ambiente e da Energia. Um documento que foi ontem publicado em Diário da República.

No documento estão incluídas medidas que o executivo entende como linhas de acção para a gestão da mobilidade e com as quais o Governo pretende gastar cerca de 3 milhões de euros num estudo de caractrerização para identificar o comportamento e ajudar a traçar o tipo de deslocações feitas por parte dos funcionários públicos.

No programa para a mobilidade, que o Governo quer que seja cumprido de forma cabal por todos os ministérios, o executivo vai promover a adesão a sistemas de partilha de bicicletas e a aquisição de veículos “suaves” para uma mobilidade mais sustenrtável.

O objectivo defenido pelo Governo é de, nos próximos 5 anos, atingir uma redução de 20% das emissões de dióxido de carbono na frota de automóveis do Estado.

O Governo já tinha anunciado a substituição de 1200 carros por veiculos eléctricos. A renovação da frota do Estado deverá gerar uma poupança de 50 milhões de euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome