Gonçalo Bandeira foi o 37.º mais rápido na qualificação para juniores no Campeonato do Mundo de Downhill (DHI), no Mont-Saint-Anne, Canadá.

O lousanense começou mal, sendo o antepenúltimo no primeiro ponto intermédio de cronometragem, devido a uma saída de pista.

Com o passar da prova, Gonçalo Bandeira foi melhorando o desempenho e foi progredindo na classificação, mesmo sem arriscar, porque todos os juniores tinham o acesso garantido à final. Fechou a prova em 5’19’’224, mais 41,517 segundos do que o melhor registo, marcado pelo francês Antoine Vidal, 4’37’’707.

Se Gonçalo Bandeira chegou ao Canadá em representação da Equipa Portugal, Emanuel Pombo e Francisco Pardal fizeram-no por iniciativa das respetivas equipas.

Hoje também correram a descida de qualificação, mas na categoria de elite. A passagem à final dependia de um lugar nos 60 primeiros e ambos ultrapassaram esse desafio.

Francisco Pardal desceu em 4’48’’824, o que lhe valeu o 41.º lugar. Emanuel Pombo foi o 56.º, com 4’59’’727. O mais veloz foi o britânico Danny Hart, que cruzou a meta ao fim de 4’27’’353.

Os corredores encontraram uma pista extremamente exigente, tanto em termos técnicos, com muitos obstáculos em pedra, como fisicamente, com longas retas, algumas em falso plano descendente, obrigando a pedalar muito. Será o palco das finais, marcadas para domingo.

Antes disso, a representação portuguesa na jornada de sábado estará a cargo de Raquel Queirós, que competirá na prova de sub-23 femininas de cross country olímpico (XCO), às 15h00.

Deixar uma resposta