A GHOST Factory Racing está na disputa do Cape Epic 2020 com Barbara Benkó e Anne Terpstra que já correram juntas em duas provas por etapas.

Já tendo disputado duas vezes a Wines2Whales e a Tankwa Trek, é de estranhar que Benkó ainda não tenha feito a sua estreia na Corrida-Que-Mede-Tudo.

“Na verdade, eu sempre quis fazer o Absa Cape Epic, mas nunca tive a parceira perfeita ou a equipa de suporte para o fazer. Eu queria fazê-lo corretamente ou não fazer de todo”, afirmou.

“Com Anne e nossa equipa GHOST Factory Racing, acho que encontrámos a combinação perfeita”, disse Benkó, entusiasmada. Ao abordar a questão iminente de Tóquio 2020, ela acrescentou: “Muitos pensariam que é arriscado correr o Absa Cape Epice num ano olímpico; o que é certo, talvez. Nunca sabe como sairá da corrida, mas, para ser sincera, confia no meu treinador a 120%. Ele irá preparar-me para a corrida e dar-me-á o melhor plano possível para depois me recuperar, para que eu possa iniciar a Taça do Mundo em alta. Este ano só começa em maio, portanto, há tempo para me recuperar e estar pronta para as Olimpíadas.”

A colega de equipa de Benkó na GHOST Factory Racing, Terpstra, que venceu a sua primeira corrida na UCI Mountain Biking World Cup em 2019, está ansiosa para marcar a Corrida de BTT da África Indomável na sua lista de realizações. “O Absa Cape Epic não é uma corrida que você simplesmente faça”, disse a cinco vezes campeã de elite holandesa de cross-country. “Eu sei que Barbara sempre quis participar nela e, é claro, também estava na minha lista de desejos há já muito tempo. Mas, como Barbara disse, queremos ter as condições perfeitas quando formos para a linha de partida do Cape Epic. ”

“Eu acho que a corrida em si já será difícil o suficiente, então é preciso ter o melhor apoio possível”, continuou Terpstra. “Felizmente, este ano estamos na luxuosa situação em que contaremos com o apoio da GHOST Factory Racing”. No entanto, as questões de suporte à equipa e a parceira certa não foram as únicas que a mantiveram longe da principal corrida por etapas, do mundo do BTT.

“Para ser sincera, eu também costumava ter um pouco de medo do Absa Cape Epic”, confessou Terpstra. “Então, nunca pensei seriamente em particiar. Mas depois de correr com Barbara algumas vezes, estando na África do Sul e conhecendo um pouco a área, saindo de uma temporada incrível em 2019 e depois de algumas boas conversas com a equipa; Acho que eu (e nós, como equipa também) estou mais do que pronta para ela agora.”

Elas parecem divertir-se na companhia uma da outra e elevam-se a novos níveis quando as coisas ficam particularmente difíceis. “Devo dizer que temos um relacionamento muito bom”, confirmou Benkó. “A Anne e eu temos personalidades bastante diferentes, mas de alguma forma combinamos; completamo-nos muito bem em cima e fora da bicicleta. Eu sei que posso confiar na Anne e ela pode confiar em mim. Podemo-nos ajudar na corrida, muitas vezes sem precisar dizer uma única palavra. Apenas olhamos uma para a outra e sabemos como a outra se sente e o que fazer, atacar ou relaxar. Sempre tivemos tempos excelentes fora da bicicleta e divertimo-nos muito, o que é importante, principalmente para mim. Não gosto de drama e stress desnecessário; Preciso de alguém calmo e porreiro em quem eu saiba que posso confiar. Podemos falar aberta e honestamente uma com a outra, o que nos torna uma boa equipa.”

“A Barbara e eu lutámos uma contra a outra desde que éramos juniores (isto é, há mais de 10 anos! – Pensar nisso faz-me sentir tão velha de momento) ” Terpstra riu-se. “Desde que Barbara se juntou à GHOST Factory Racing, eu pude conhecê-la melhor e logo de seguida fizemos a nossa primeira corrida como equipa. Fazer qualquer corrida por etapa juntas cria um vínculo super especial. ”

Ganhar certamente aumentará a diversão que a equipa GHOST Factory Racing poderia ter durante o Cape Epic. Felizmente para Benkó e Terpstra, a corrida começa com uma etapa ao seu jeito.

O Prólogo, nas encostas do Parque Nacional Table Mountain, é ideal para as suas habilidades de cross-country e elas provaram ter um rápido arranque nas corridas de etapas em que entraram juntas até agora. Esteja atento enquanto elas entram no Absa Cape Epic 2020 com um estrondo, a 15 de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome