Começa hoje a edição de 2018 da Gaes Titan Desert by Garmin

110

A décima terceira edição da maior aventura de mountain bike, a Gaes Titan Desert by Garmin tem 612 participantes, um recorde na história da prova, incluindo 69 mulheres, que vivem a edição com mais navegação no deserto, mais dunas e com a primeira etapa com a maior inclinação positiva de sua história, que iniciará uma jornada de 619 quilómetros e mais de 7.500 metros de altura positiva divididos em seis etapas.

A recente incorporação da empresa multinacional ASO, a organização aumentou o interesse internacional. Este fato foi notado no aumento dos media em todo o mundo. As imagens desta corrida serão transmitidas em 190 países em todos os continentes.

Muitos são os nomes que se destacam no esquadrão titânico. Incluindo ciclistas de alto nível como Josep Betalú, vencedor 2016 e 2017, Diego Alejandro Tamayo 2015, ou a duas vezes vencedora Ana Ramirez, em 2016 e 2017, também Antonio Lobato, Melcior Mauri e Luis Pasamontes. O Campeão do Mundo e Campeão do Tour de France Cadel Evans, que não quis perder a oportunidade de participar da primeira etapa.

Quem conhece de perto a Gaes Titan Desert by Garmin é Anna Ramírez e Josep Betalú, ambos vencedores das duas últimas edições. Ramírez comentou que “o circuito é muito variado. Eu vejo muitos lugares onde você pode fazer a diferença, embora especialmente as duas primeiras etapas sejam fundamentais, vou tentar conseguir a vitória. “

Betalú, por sua vez, estava mais confiante. “Chego muito bem preparado. Eu não me sinto pressionado porque estou calmo, confio na minha preparação. De qualquer forma, a Gaes Titan Desert by Garmin sempre nos surpreende e devemos estar sempre muito focados, especialmente para navegação. As etapas 3, 4 e 5 serão fundamentais “, afirmou o ciclista.

Por parte da organização, tudo está pronto para a corrida. Juan Porcar, CEO da RPM-MKTG, ressaltou a importância no presente e a entrada na Gaes Titan Desert by Garmin da ASO, o organizador do Tour de France, e Dakar, entre outros eventos. “Hoje é um dia muito especial para nós. Um Titã diferente começa, não apenas em termos da rota, mas também pela entrada de um parceiro como ASO. Este é o primeiro ano de um futuro promissor. Este ano serão transmitidas imagens da Gaes Titan Desert by Garmin em 190 países, imagens que irão manter o mesmo espírito que tinha em edições anteriores: concorrência e, acima de tudo aventura “, disse Juan.

Na mesma linha, Theo Bayssat, Gerente de Desenvolvimento da ASO, recordou que “há 25 anos que as duas empresas estão cooperando e estamos muito satisfeitos em aumentar nossa relação agora em Titan Desert por GAES Garmin ajudando a ter mais presença em outros mercados.”

O director desportivo da corrida, Manuel Tajada, concentrou-se no lado desportivo da corrida e sublinhou que “estamos perante a melhor edição da história. Temos a melhor rota. Teremos dois setores, os primeiros dias serão muito difíceis com desníveis e um segundo setor com areia e dunas com paisagens desérticas. O percurso terá um total de 619km com 7.519 metros de altitude acumulada. “

Finalmente, Felix Dot, gerente de eventos do deserto de Gaes Titan pela Garmin, revelou os detalhes desta edição. “Este é o ano dos registros. Somos mais de 900 pessoas em alguns campos que alcançam até 24.000 metros quadrados. Mais de 170 pessoas fazem parte do pessoal entre trabalhadores locais e locais para ajudar os ciclistas de 24 países diferentes “

Gaes Titan Desert by Garmin 2018:

29 de abril: Boumalne Dades-Boumalne Dades 115kms (2.651m de elevação positiva) Dificuldade: 5 *
30 de abril: Boumalne Dades-Alnif 114 kms (diferença de 1,556m) dificuldade 4 *
1 de maio: Alnif-Rissani 122 kms (diferença de 1,089m) dificuldade 3 *
2 de maio: Rissani-Merzouga 95 km (diferença 939m) dificuldade 4 *
3 de maio: Merzouga-Merzouga 94 kms (diferença de 590m) dificuldade 5 *
4 de maio: Merzouga-Maadid 79 kms (diferença de 694m) dificuldade 4 *

Total: 619km e elevação positiva 7.519

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome