Fernando Gaviria, que hoje viu três colegas de equipa na UAE Emirates abandonarem a prova por um contacto com alguém com covid-19, venceu a segunda etapa da Volta a Burgos em bicicleta ao ‘sprint’.

Fernando Gaviria vence 2ª etapa da Volta a BurgosO colombiano de 25 anos foi o mais rápido nos 168 quilómetros entre Castrojeriz e Villadiego, cumprindo a distância em 3:55.38 horas, batendo sobre a meta o francês Arnaud Démare (Groupama-FDJ), segundo, e o irlandês Sam Bennett (Deceuninck-Quick Step), terceiro.

A vitória de Gaviria, a quarta na época depois de três ‘sprints’ bem sucedidos na Volta a San Juan (Argentina), ainda antes da paragem devido à pandemia de covid-19, ganha ainda mais força uma vez que a equipa da UAE Emirates ficou hoje sem os também colombianos Juan Sebastián Molano, Cristian Muñoz e Camilo Ardina, afastados por terem tido contacto, já no sábado, com uma pessoa que acusou positivo a covid-19.

Volta a Burgos
© Ricardo Ordóñez

O trio encontra-se em isolamento num hotel de Burgos, segundo a organização “por precaução”, uma vez que os testes a que se submeteram tiveram resultados negativos.

Na terça-feira, os ciclistas Itamar Einhorn e Alex Dowsett, ambos da Israel Cycling Academy não partiram para a primeira etapa por terem estado em contacto com o um caso positivo de covid-19.

© Ricardo Ordóñez

Depois de um dia discutido ao ‘sprint’, João Almeida (Deceuninck-Quick Step), único português em prova, segue a oito segundos do austríaco Felix Grossschartner (BORA-hansgrohe), fruto do segundo lugar na etapa inaugural, mas caiu para o 19.º posto da geral.

© Ricardo Ordóñez

Na quinta-feira, a terceira de cinco etapas liga Sargentes de la Lora a Picón Blanco, ao longo de 150 quilómetros com muita montanha e uma chegada em alto de categoria especial.