Depois de muita incerteza e de um longo período de adiamento, devido à pandemia de COVID-19, o Giro d’Italia está de volta à estrada! A partir do dia 3 de outubro os fãs de ciclismo vão poder acompanhar em direto e em exclusivo no Eurosport esta ‘Grande Volta’.

103.ª edição do Giro d’Itália (1)A 103.ª edição do Giro arranca na região da Sicília, palco de quatro etapas, entre as quais se inclui uma passagem pelo Monte Etna, que chega a uma altitude de 1.775 metros. O pelotão segue para a ‘bota’, mas este ano o percurso é centrado na costa adriática rumo a norte.

As etapas de montanha vão exigir muito das pernas dos ciclistas e estão previstas subidas a Madonna di Campiglio (1.522m), Stelvio (2.758m), Col d’Izoard (2.360m), Colle dell’Agnello (2.774m) e Sestriere (2.035m). O Giro termina com um contrarrelógio individual na Piazza Duomo, na cidade de Milão. Quem será o melhor no final dos 3497.9 quilómetros do Giro 2020? Quem vestirá a camisola rosa? Quem irá erguer o troféu infinito em Milão e entrar para a história?

Este sábado arranca a 103.ª edição do Giro d’Itália
Photo by Justin Setterfield/Getty Images

Entre os favoritos estão ciclistas como Vincenzo Nibali, Geraint Thomas ou Simon Yates. O italiano da Treck-Segafedo parte em busca do terceiro triunfo no Giro depois das conquistas em 2013 e 2016. Já o britânico Thomas, que ficou fora desta edição da Volta a França, é aposta forte da INEOS para vestir a camisola rosa.

Espera aumentar o currículo com mais um troféu de peso depois da conquista do Tour em 2018. O compatriota Yates (Michelton-Scott) é outro dos nomes de peso para esta edição do Giro. Chega em grande forma depois da conquista da Tirreno-Adriatico e espera juntar esta ‘Grande Volta’ no currículo depois da vitória na Vuelta em 2018. O pelotão conta ainda com grandes ciclistas como Peter Sagan, Jakob Fulgsang, Rafal Majka, Diego Ulissi, Michael Matthews, Arnaud Démare, Elia Viviani ou Domenico Pozzovivo.

A grande surpresa desta Volta a Itália pode ser protagonizada pelo russo Aleksandr Vlasov. O jovem de 22 anos da Astana tem somado triunfos importantes esta temporada. Conquistou o Giro dell’Emilia, o Desafio Mont Ventoux, ficou em 3.º lugar na Volta a Lombardia e garantiu as camisolas brancas da juventude na Tirreno – Adriatico e no Tour de la Provence. Um ciclista a ter em atenção durante o Giro.

O Giro 2020 vai ter dois portugueses na estrada: Rúben Guerreiro estreia-se nesta volta italiana pela equipa da Education First enquanto João Almeida cumpre a sua primeira Grande Volta da carreira pela equipa da Deceuninck-Quick-Step. Em 2018, já tinha participado no Giro Ciclístico d’Italia, a prova de sub-23 da Volta a Itália, tendo terminado como segundo classificado.

Quanto a ausências, a mais notada é a do equatoriano Richard Carapaz da INEOS. O vencedor do Giro 2019 não vai estar presente este ano apostando tudo na Volta a Espanha.

Paulo Martins, comentador de ciclismo do Eurosport: “Vamos ter um Giro diferente do Tour em termos de blocos. Não haverá uma equipa capaz de controlar como no Tour. Isso vai tornar a corrida muito aberta. Para mim, Thomas pelo que mostrou no Tirreno-Adriatico e pelos muitos contrarrelógios que vamos ter no Giro, é o principal favorito à vitória. Quanto a surpresas estou na expectativa de ver o que podem fazer dois jovens de grande valor: o João Almeida e o Aleksandr Vlasov. O russo da Astana para além de poder lutar com o português pela camisola da juventude, é favorito a um lugar do pódio na geral.”

Acompanhe o Giro d’Italia, em direto e em exclusivo, só no Eurosport de 3 a 25 de outubro com os comentários da equipa Luís Piçarra, Paulo Martins, Olivier Bonamici e Gonçalo Moreira.

No domingo, os fãs têm ciclismo em dose dupla. Durante a transmissão da 2.ª etapa do Giro vão poder acompanhar em simultâneo os momentos mais importantes da Liège-Bastogne-Liège, ‘La Doyenne’ ou ‘A Velha Senhora’, como também é conhecido este Monumento, um dos mais antigos da história da modalidade.

103.ª edição do Giro d’Itália
Foto Marco Alpozzi/LaPresse

No final do dia, por volta das 18:00h é possível ver o resumo completo em diferido no Eurosport 2 com os comentários de Gonçalo Moreira e Frederico Bártolo.