A caminho da segunda temporada e com uma dose de motivação extra, por ser a primeira estrutura de equipa acreditada em Portugal pela UCI – Union Cycliste Internationale, a Miranda Factory Team parte para 2019 com duas mãos cheias de objetivos e muitos sonhos para concretizar.

Não apenas ao nível nacional, mas sobretudo à escala global, com a presença dos seus três atletas nas mais importantes provas internacionais do calendário de Downhill.

São os mesmos três rostos que vão vestir as cores da Miranda Factory Team este ano. Três atletas com percursos notáveis e que já na anterior época deram nas vistas cá e lá fora, tendo dois deles subido de escalão.

O lousanense Gonçalo Bandeira passa de Cadete para Júnior e Tiago Ladeira, natural de Viseu, sobe à categoria de Elite, onde já corria o colega do Luso (Mealhada), Vasco Bica.

Para os três, 2019 representa um ano de desafios a várias escalas, onde as vitórias estão na mira para levar o nome da equipa aos quatro cantos do mundo. Tudo foi organizado e trabalhado nesse sentido: desde a mudança do preparador físico à marca das bicicletas, passando pelos equipamentos e toda a estrutura, que passa agora a contemplar oficina móvel e veículos.

Quem faz parte da equipa técnica?

Tiago Caetano é o novo preparador físico da Miranda Factory Team, pela experiência e conhecimento que acumula na modalidade.

André Caetano, diretor desportivo da equipa, vai ter a missão de acompanhar a estrutura em todas as provas nacionais e internacionais.

Hélder Padilha será o mecânico principal da equipa e quem garantirá que as bicicletas se encontram sempre em perfeito estado para as provas.

João Martins continua responsável pela recolha audiovisual e comunicação.

As bicicletas este ano são da marca Mondraker e mantêm a mesma pedaleira Miranda Bike Parts, a Miranda XMOD® MTB, específica para Downhill.

Quanto aos equipamentos, também eles sofreram um “refresh”, mas o vermelho continua a ser a cor que vai vestir a equipa.

Miranda Bike Parts na vanguarda da tecnologia

Foi a Miranda Bike Parts que criou a equipa em 2018. A empresa é líder no mercado internacional em componentes de transmissão para bicicletas.

A modalidade de Downhill, pelas suas especificidades, é por muitos considerada a “Fórmula 1 das bicicletas”, porque os componentes são sujeitos às condições mais adversas. E quando resistem, estão verdadeiramente aptos para tudo e para qualquer outra modalidade. Este representa, na sua essência, o verdadeiro desafio para a Miranda Bike Parts e para o seu CMO, João Filipe Miranda, também diretor técnico adjunto da Miranda Factory Team.

“São poucas as marcas que têm produtos ‘Downhill ready’, dada a dificuldade que existe para os produzir leves, mas resistentes. Por isso a Miranda Bike Parts continua a apoiar o Downhill e a apostar em produtos inovadores. É desta forma que damos a conhecer a grande capacidade tecnológica que temos, visto que muitas das tecnologias usadas nos nossos produtos de Downhill são inclusive patenteadas a nível internacional”, revelou João Filipe Miranda.

Por outro lado, faz parte da visão estratégica da empresa de Águeda “ter uma equipa UCI de MTB, no sentido que significa ter uma montra tecnológica da marca Miranda Bike Parts exposta em provas mundiais, mostrando o que de melhor se faz em componentes na atualidade”, frisou o CMO da marca.

Refira-se que a Miranda Bike Parts fabrica e é um dos fornecedores das principais marcas de bicicletas do mundo. Todos os produtos representam soluções personalizadas com padrões de qualidade, durabilidade e design, tendo alguns deles já sido premiados. A marca tem-se especializado também no desenvolvimento de peças de gama alta para bicicletas, com predominância para as e-Bikes (bicicletas elétricas).

Três atletas a disputar provas internacionais

Passando a equipa a ser constituída por dois pilotos Elite e um Júnior, é importante ter a noção que 2019 vai ser uma época em tudo diferente, a começar pelo nível dos desafios, que aumentam consideravelmente. Desde logo porque os três estão aptos para disputar as provas mundiais.

“Finalmente chegou o momento que tanto esperei, poder entrar no mundial”, disse Gonçalo Bandeira, radiante.

“O ano que passou foi fantástico e tenho de agradecer todo o apoio dado pela Miranda Bike Parts. Foi sem dúvida um grande contributo para os meus sucessos individuais. Mas esta temporada será um desafio a todos os níveis, tal como esperava, com a entrada no mundial”, explicou o atleta, agora Júnior. “Tenho plena consciência que será difícil, porque vão subir a Júnior muitos atletas bons, tornando as corridas muitíssimo competitivas. Mas vou dar o meu melhor. E no mundial, espero não desiludir”.

Tiago Ladeira partilha alguns destes sentimentos, sendo 2019 o seu primeiro ano como Elite: “Estou muito motivado e ansioso com a nova época! Mas antes de mais tenho de agradecer à Miranda Bike Parts pela confiança e por tudo o que vão proporcionar-nos. Fiquem atentos à nossa nova estrutura”, avançou.

O atual Campeão Europeu não esconde que no topo da sua lista de objetivos está a conquista de alguns pódios em Portugal e qualificar-se na Taça do Mundo. Porque de resto, “só espero divertir-me e desfrutar o máximo que puder da nova temporada”.

Vasco Bica, o mais experiente dos três, tornando-o responsável no terreno pela equipa, também tem bem definido que para a nova época os seus objetivos passam por várias competições. Entrar no Top 30 UCI dos melhores do mundo, ser Campeão Europeu e voltar a ser Campeão Nacional, e ainda ganhar a Taça de Portugal são aqueles que considera prioritários. Mas não esquece o mais importante deles: “Espero, acima de tudo, ter uma época saudável, com boa condição física e sem lesões”, afirmou.

Recorde-se que em 2018 Bica sofreu uma “maré de azares” ao passar por quedas e lesões que comprometeram de forma drástica a época do Elite. A velocidade é uma das características da sua condução. Até hoje já se sagrou três vezes Campeão Nacional de Downhill e é detentor de duas Taças de Portugal.

Calendário Época de 2019

• Provas Nacionais
Dias 16 e 17 de março: 2.ª Taça de Portugal Downhill C2 – Porto de Mós
Dias 23 e 24 de março: 3.ª Taça de Portugal Downhill C1 – Lousã
Dias 13 e 14 de abril: 4.ª Taça de Portugal DHI C2 – Boticas
De 2 a 5 de maio: Campeonato da Europa de Downhill – Pampilhosa da Serra/ Aldeias do Xisto
Dias 15 e 16 de junho: 5.ª Taça de Portugal Downhill C2 – Ribeira de Pena
Dias 20 e 21 de julho: Campeonato Nacional de Downhill/ 120 anos UVP-FPC (Águeda)

• Taça do Mundo
Dias 27 e 28 de abril: Maribor, Eslovênia
Dias 1 e 2 de junho: Fort William, Escócia
Dias 8 e 9 de junho: Leogang, Áustria
Dias 6 e 7 de julho: Vallnord, Andorra
Dias 13 e 14 de julho: Les Gets, França
Dias 3 e 4 de agosto: Val di Sole, Itália
Dias 10 e 11 de agosto: Lenzerheide, Suíça
Dias 7 e 8 de setembro: Snowshoe, Estados Unidos

• Campeonato do Mundo
Dia 28 de agosto e 1 de setembro: Moint-Sainte Anne, Canadá

• iXS European Downhill Cup
Dias 19 e 20 de abril: Maribor, Eslovênia

Deixar uma resposta