EFAPEL sem sobressaltos entre a elite mundial

79

A equipa profissional de ciclismo EFAPEL cumpriu sem problemas o primeiro dia de competição da 43ª Volta ao Algarve em Bicicleta. Num dia indicado para os velocistas mostrarem serviço, a chegada a Lagos foi discutida ao sprint. Rafael Silva, 15º na meta, foi o melhor representante da formação de Ovar numa etapa em que a principal preocupação era chegar com todos os corredores sem sofrer percalços.

O primeiro dia de competição fica sempre dominado por algum nervosismo, em particular devido a uma chegada em pelotão compacto. Com quase 190 quilómetros entre Albufeira e Lagos, os corredores da EFAPEL pedalaram praticamente durante toda a jornada integrados no grande grupo e chegaram ao fim com o mesmo tempo do vencedor, o colombiano Fernando Gaviria. Durante este desafio, ainda aproveitaram para fazer algum trabalho específico.

“Estamos numa prova que tem os melhores sprinters e lançadores do mundo. Só falta o Marcel Kittel. De resto, estão cá todos. Aproveitámos para fazer algum trabalho de equipa em termos de colocação a pensar nas próximas provas. Perante o nível, conseguir o 15º lugar com o Rafael Silva deixa-nos satisfeitos. Amanhã vai ser um dia completamente diferente com outros protagonistas. Preparámo-nos bem e acreditamos que podemos conseguir um bom resultado”, afirmou o director desportivo, Américo Silva.

Depois de um dia sem grandes dificuldades na estrada, o pelotão prepara-se para um percurso mais selectivo na etapa de amanhã. A distância entre Lagoa e o Alto da Fóia é praticamente a mesma da jornada de hoje, mas com duas metas volantes e três montanhas categorizadas, uma de terceira, uma de segunda e uma última, coincidente com a meta, de primeira categoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome