A Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL faz a sua estreia competitiva em 2021 com a participação internacional no XXII Gran Premio Miguel Induráin, em Navarra, no norte de Espanha. Face ao reconhecido mérito da formação de Águeda, a EFAPEL foi a única equipa portuguesa convidada pela organização.

Efapel Começa Época No Gran Premio Miguel InduráinAntónio Carvalho, Luís Mendonça, Rafael Reis, Frederico Figueiredo, Fábio Costa, André Domingues e Mauricio Moreira (uruguaio) são os corredores que vão alinhar nesta corrida de 203 km, que homenageia um nome maior do ciclismo, o espanhol Miguel Induráin, penta campeão do Tour de France. Vão participar 19 equipas, nove delas do World Tour, escalão máximo da modalidade.

PUB

Tratando-se de uma importante competição do calendário internacional, o pelotão contará com alguns dos melhores corredores do mundo como Alejandro Valverde (Movistar Team) e o equatoriano Richard Carapaz (INEOS Grenadiers). O percurso, semelhante ao de anteriores edições, promete espetáculo ao ser presenteado pelas já tradicionais subidas “rompe pernas” do Alto de Erául, Guirguillano e Lezaun.

Efapel Começa Época No Gran Premio Miguel InduráinA partida está marcada para as 12.10 horas locais (menos uma em Portugal), na Plaza de los Fueros, cidade de Ega, em Estella, Navarra. A prova termina cerca das 17.30 horas espanholas (16.30 horas em Portugal), com a meta no Paseo de la Inmaculada.

Esta competição vai ter transmissão em direto no canal Eurosport 1 (pela hora portuguesa das 14 horas até ao final), sendo uma excelente oportunidade de divulgação das cores da EFAPEL, seus patrocinadores e parceiros e todo o território Águeda.

A pandemia obrigou à suspensão da prova em 2020. Mas este ano está tudo a postos para uma clássica que decorrerá respeitando todas as medidas de segurança já estabelecidas pela UCI. A saída será “completamente vedada” para manter a bolha que protegerá todos os participantes.

“É um terreno difícil, com muitas subidas, algumas delas com pendentes bastante altos. A nossa equipa tudo fará para estar na frente da corrida e assim honrar os nossos patrocinadores e parceiros, bem como o território de Águeda, sabendo de antemão que será muito difícil tendo em conta a qualidade das equipas presentes”, avançou Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL.

Deixar uma resposta