EFAPEL caça fugas na Volta ao Alentejo

38

A terceira etapa da Volta ao Alentejo, que ligou Grândola a Arraiolos, foi o dia em que a Equipa EFAPEL funcionou como uma autêntica locomotiva. Na expectativa de discutir a vitória na chegada, a formação protagonizou uma caça à fuga da jornada.

Com o pelotão compacto, depois de a EFAPEL ter apanhado os dois fugitivos que chegaram a ter oito minutos de vantagem, houve sprint e Daniel Mestre cruzou a meta no 12º lugar.

Cerca de 150 foram os quilómetros que os ciclistas percorreram entre Grândola e Arraiolos. A média foi superior a 41 km/h, e na primeira hora, os corredores chegaram a pedalar perto dos 45 km/h. A história do dia conta-se pelo duo que saiu do pelotão e rodou muito tempo isolado. Ao ponto de estar com uma vantagem considerável.

Os interesses no pelotão eram outros. O desejo de deixar a discussão da etapa para o fim estava na mente das equipas, em particular da EFAPEL que, durante boa parte do dia, foi quem realizou o trabalho de recuperação para encurtar e fechar a distância.

Concluído esse trabalho, a equipa tentou colocar da melhor forma Daniel Mestre. O esforço desenvolvido pela formação de amarelo e preto resultou, mas não em pleno. O alentejano fechou no 12º lugar.

“Fizemos um grande trabalho ao longo do dia para que o Daniel chegasse em condições para discutir o triunfo. Não foi possível porque teve uma lesão durante o Inverno e, apesar de pensarmos que já estaria recuperado, ainda não está ao nível mais elevado. A este nível, isso é importante”, explicou o director desportivo da EFAPEL, Américo Silva.

O quarto dia de competição poderá ser decisivo para a classificação geral da Volta ao Alentejo. Haverá duas etapas, sempre no Alto Alentejo. A primeira é entre Monforte e Portalegre. São 64,2 quilómetros com a partida agendada para as 10h15.

A chegada deverá acontecer por volta das 12 horas. Pelo meio, há uma meta volante ao fim de 12 quilómetros, em Arronches, e duas contagens de montanha, ambas de segunda categoria. A primeira é na Serra de São Mamede, cumpridos 44,7 km, e a segunda é no Cabeço de Mouro, ao fim de 58,8 km.

À tarde, os ciclistas vão para Castelo de Vide onde farão um contra-relógio individual com 8,4 km. O primeiro ciclista vai partir às 16 horas.

Classificação na terceira etapa
1º    Dmitrii Strakhov        Lokosphinx        3h37m04s
2º    Gabriel Cullaigh        Team Wiggins    m.t.
3º    Justin Hules            WB AP Veranclassic m.t.

12º    Daniel Mestre        EFAPEL        m.t.
35º    Rafael Silva            EFAPEL        a 7s
46º    Henrique Casimiro        EFAPEL        m.t.
107º    Sérgio Paulinho        EFAPEL        a 4m45s
121º    Marcos Jurado        EFAPEL        a 9m26s
125º    Pedro Paulinho        EFAPEL        a 10m05s

Classificação após a terceira etapa
1º    Mark Downey        Team Wiggins    12h57m08s
2º    Oscar Hernandez        Aviludo-Louletano    m.t.
3º    Justin Jules            AP Veranclassic    a 1s

31º    Rafael Silva            EFAPEL        a 11m10s
34º    Henrique Casimiro        EFAPEL        m.t.
52º    Daniel Mestre        EFAPEL        a 20m20s
93º    Marcos Jurado        EFAPEL        a 35m46s
94º    Sérgio Paulinho        EFAPEL        a 39m10s
109º    Pedro Paulinho        EFAPEL        a 54m31s

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome