Edgar Pinto da W52-FC Porto está suspenso provisoriamente por “uso de métodos e/ou substâncias proibidas”, segundo a lista atualizada de suspensões da União Ciclista Internacional (UCI), hoje publicada.

Edgar Pinto suspenso provisoriamente pela UCI (2)
© João Fonseca Photographer

O ciclista de Albergaria-a-Velha, de 35 anos, abandonou os Nacionais de estrada, em agosto, e falhou a Volta a Portugal por lesão, uma prova em que foi duas vezes quarto classificado, em 2013 e 2018, e quinto em 2019.

Este ano, apenas completou a Volta ao Algarve, do calendário internacional, no 34.º lugar, tendo em 2019 um ano de maior projeção lá fora: foi quinto na Volta à Turquia, quarto na Volta às Astúrias, quinto na Volta a Aragão e 10.º na Volta à Dinamarca.

“A UCI confirma que os indivíduos listados abaixo não podem participar em qualquer competição ou atividade até à adjudicação do seu caso ou o levantamento da suspensão provisória pela Comissão Antidopagem da UCI ou o Tribunal Arbitral do Desporto”, pode ler-se no texto que acompanha o documento, que esclarece ainda “podem existir direitos de apelo” desta medida.

A lista inclui também o português Domingos Gonçalves e o espanhol Raúl Alarcón, vencedor da Volta a Portugal em 2017 e 2018 e colega de equipa de Edgar Pinto na W52-FC Porto.