A 22ª edição do Tour Down Under será a primeira corrida do ano para a Deceuninck – Quick-Step, que viajará para o Hemisfério Sul com uma equipa versátil, de sete homens, que inclui o Sam Bennett, bem como João Almeida.

Sam Bennett parece estar no centro das atenções, especialmente porque teoricamente, pelo menos três das seis etapas devem resolver-se ao sprint.

Os homens que o guiarão à vitória, Shane Archbold, Iljo Keisse e o campeão dinamarquês Michael Mørkøv formarão um comboio sólido para Bennett, juntamente com o português João Almeida, Mattia Cattaneo e Dries Devenyns.

Este último por duas vezes esteve entre os 10 primeiros classificados do Tour Down Under (2018, 2019 ) – completam a equipa para a corrida, a decorrer entre 21 e 26 de janeiro.

Pela primeira vez na história do evento, Adelaide não aparecerá como início ou meta de qualquer etapa, no entanto, a corrida ainda está baseada na capital do estado da Austrália do Sul, que recebe o tradicional critério no dia 19 de janeiro.

Os velocistas terão novamente a sua oportunidade para brilhar, mas a luta pela Classificação Geral deve intensificar-se este ano, com a etapa com chegada a Stirling e em Murray Bridge (onde se esperam ventos cruzados) prometendo oferecer muita ação antes do grande confronto, em Willunga Hill (3,6 km, 7,1%).

“Estamos ansiosos por dar inicio à nova temporada, novamente no Tour Down Under, onde é sempre um prazer estar presente, porque é uma corrida bem organizada com uma massa adepta incrível. Vamos lá com uma equipa forte e um Sam Bennett muito motivado, que tentará obter a sua primeira vitória com as cores da Deceuninck – Quick-Step. Terá homens experientes à sua volta, por isso estamos confiantes de que ele pode alcançar esse objetivo. Também podemos pensar em obter um bom resultado na Classificação Geral, mas vamos ver dia após dia como estão as coisas e como os nossos ciclistas vão lidar com o calor “, disse o diretor desportivo Rik Van Slycke.

Santos Tour Down Under (AUS) 2.UWT de 21.01–26.01

Ciclistas:

João Almeida (POR)
Shane Archbold (NZL)
Sam Bennett (IRL)
Mattia Cattaneo (ITA)
Dries Devenyns (BEL)
Iljo Keisse (BEL)
Michael Mørkøv (DEN)

Diretor Desportivo: Rik van Slycke (BEL)

Etapas:

21.01.20 Etapa 1 Tanunda – Tanunda 150.0 km
22.01.20 Etapa 2 Woodside – Stirling 135.8 km
23.01.20 Etapa 3 Unley – Paracombe 131.0 km
24.01.20 Etapa 4 Norwood – Murray Bridge 152.8 km
25.01.20 Etapa 5 Glenelg – Victor Harbor 149.1 km
26.01.20 Etapa 6 McLaren Vale – Willunga Hill 151.5 km

Deixar uma resposta