Clássica da Arrábida | LA Alumínios Metalusa BlackJack

0
47

A Clássica da Arrábida ficou marcada pelo andamento imposto nos primeiros 110 quilómetros que acabou por endurecer a prova mesmo numa fase que se julgava ser mais calma. O pelotão entrou compacto na zona de terra, foi aí que se deu o ataque de Amaro Antunes (W52-FC Porto) acabando por cortar a meta na primeira posição.

A equipa LA Alumínios Metalusa BlackJack levou os seus seis corredores sempre bem resguardados no pelotão, mesmo seguindo a estratégia definida seria difícil levar o seu líder Edgar Pinto nas melhores condições até á subida final. Reduzida a 6 elementos e com um dos principais trepadores fora desta prova por motivos de lesão, tornou-se tudo mais difícil para chegar aos objetivos pretendidos.

“Tínhamos a nossa estratégia bem definida. Entrar numa fuga com um dos nossos 4 corredores mais perfilados para o efeito e por fim tentar surpreender com o Cesar Fonte e Edgar Pinto na entrada dos quilómetros finais. As quedas e a fragilidade dos nossos atletas não nos permitiu concluir com sucesso a estratégia definida”, declarou o diretor desportivo da equipa, José Augusto.

O Troféu Liberty Seguros termina no próximo domingo com a realização da Clássica Aldeias do Xisto, uma seletiva corrida de 140,6 quilómetros, com início na Aldeia da Barroca, Fundão, e chegada na Aldeia de Cerdeira, Lousã. A meta coincide com uma contagem de montanha de segunda categoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome