Faltava uma peça para completar o puzzle da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL para a época de 2020: César Fonte.

César Fonte era a “peça” em falta para o puzzle da EFAPEL de 2020Trata-se de um “regresso a casa”, uma cara já bem conhecida do coletivo de Ovar, onde esteve durante quatro temporadas e que agora sim, vem fechar o plantel que vai apresentar-se na nova época não com 11, mas com 12 corredores.

Natural de Vila Franca, Viana do Castelo, 33 anos (completa 34 dia 10 deste mês), César Fonte é um corredor de ataque, que dá garantias nas fugas e considerado um dos mais regulares do pelotão nacional, por ter a capacidade de se mostrar sempre bem ao longo de toda a época.

“O Imperador”, como é conhecido, deixa a W52-FC Porto para voltar à EFAPEL, onde já correu quatro anos, entre 2010 (quando se tornou profissional) e 2013. Com esta contratação a equipa fica muito reforçada na montanha e com uma boa ajuda para o bloco que pretende discutir a Volta a Portugal do próximo ano.

Recorde-se que também em 2013 César Fonte, ao serviço da EFAPEL, ganhou o Grande Prémio JN, ano que marcou o regresso desta competição ao calendário velocipédico português após interregno.

Desta forma é com 12 corredores, mais dois que na anterior época, que a EFAPEL vai para a estrada em 2020, juntando-se ao 11 já apresentado mais este ciclista.

“Estou muito feliz por regressar à EFAPEL, equipa onde tenho boas e felizes lembranças do passado. Para 2020 espero corresponder à confiança que depositam em mim e vou dar o meu maior contributo a esta formação que agora me acolhe. Estou certo que estou numa equipa forte, competitiva, estruturada e tudo farei para que 2020 seja um ano feliz”, disse César Fonte.

Deixar uma resposta