BH Lynx Race: um puro sangue de competição

1773

Nasce a primeira bicicleta com dupla suspensão para XC/Marathon de BH Bikes.

BH Lynx Race (1)A BH Lynx Race é fruto da estreita colaboração entre o departamento de I+D de BH Bikes e a BH-Suntour-KMC, a equipa número um do Ranking Mundial UCI. Os traçados cada vez mais técnicos da Taça do Mundo de XCO foram o campo de provas perfeito para desenvolver a nova Lynx Race.

BH Lynx Race (3)Maxime Marotte, Victor Koretzky e Jordan Sarrou levaram BH Bikes a estar presente em todos os pódios da Taça do Mundo 2016 com a Ultimate 29. A BH Lynx Race adota a mesma geometria agressiva, com um ângulo de direção 68,5º, um alcance largo que permite empregar uma potência mais curta, e uma traseira ultracompacta, tendo como resultado uma bicicleta ágil, reativa e altamente eficiente nas descidas.

BH Lynx Race (2)A nova Race herdou os genes da família Lynx e o seu sistema de suspensão Split Pivot, que tem gerado críticas muito positivas nos últimos anos. O sistema Split Pivot permite separar as três forças que se geram na condução, como é o caso da pedalada, dos impactos do terreno e das travagens, permitindo assim alcançar uma eficácia total de pedalada, e uma absorção e uma sensibilidade sem rival em terrenos acidentados e em descidas. A posição do amortecedor passa a ser horizontal, para lograr um percurso de 100 mm, mantendo o mesmo funcionamento e as curvas cinemáticas das suas predecessoras.

BH Lynx Race (4)O novo quadro foi fabricado seguindo o mesmo processo de laminagem e moldagem das bicicletas BH Ultralight EVO da gama de estrada. O processo de fabrico “Hollow Core Internal Molding”, que emprega fibras de carbono de alto módulo, permite alcançar um peso de 1850 gramas para o tamanho MD, conservando sempre a fiabilidade e a rigidez requeridas pela competição de alto nível. Esta rigidez vê-se agora reforçada graças a várias novidades, como a bieleta full carbon, construída numa só peça, e que oferece 50% menos de flexão lateral do que a sua equivalente em alumínio. Outro dos elementos fundamentais para a robustez da Lynx Race é a nova medida de largura de cubos Boost. Este novo standard permitiu aumentar as dimensões da caixa da pedaleira, além de melhorar o passo da roda, permitindo o uso de pneumáticos mais largos. A flexão das rodas também se vê diminuída com o sistema Boost, que permite que os raios mantenham um ângulo superior de apoio sobre o cubo.

BH Lynx RaceA condução dos cabos é totalmente interna, e o quadro está preparado para utilizar uma forquilha telescópica. Além disso, o design da nova BH Lynx Race tem em conta o uso crescente dos grupos eletrónicos Shimano Di2. O adaptador exclusivo situado na caixa da pedaleira permite alojar a bateria no interior do quadro, protegida da humidade e dos golpes.

BH Lynx Race (6)A nova BH Lynx Race contará com 7 versões diferentes, três de alumínio e quatro em fibra de carbono, e estará disponível a partir do próximo mês de outubro. Mais informação em www.bhbikes.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome