Armada portuguesa vence Gran Fondo Lisboa

187

Nuno Manso e Inês Amaro campeões da edição inaugural.

GRAN FONDO LISBOA, 22 de Abril de 2018, Photo Paulo maria / INTERSLIDE

A Praça do Império, junto ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, engalanou-se este domingo, 22 abril, para receber a primeira edição do Gran Fondo Lisboa. Nuno Manso e Inês Amaro ficam para a história ao vencerem o evento lisboeta que juntou mais de 1200 corredores de todo o mundo.

Ao fim de 4 horas e 16 minutos, Nuno Manso cortou, isolado, a linha de meta instalada junto ao Jardim da Praça do Império. O corredor da equipa Viveiros Vitor Lourenço/Sintra Clube de Ciclismo concluiu os 143 quilómetros com uma média de 33,72 km/hora e, no final, desvendava o segredo da vitória: “Vim fazer o reconhecimento esta semana e apercebi-me que era um percurso bastante durinho.

GRAN FONDO LISBOA, 22 de Abril de 2018, Photo Paulo maria / INTERSLIDE

Era preciso que a equipa imprimisse um ritmo forte bem cedo e por isso demos a primeira “sapatada” logo no início da subida para Montachique.

Depois comecei a ganhar vantagem e foi gerir as forças até ao final.” Nuno Manso conseguiu pôr em prática o plano da equipa, mas não esquece os restantes participantes na prova: “Viemos para o Gran Fondo de Lisboa com o objetivo de ganhar, ficámos satisfeitos com o triunfo, mas também é muito bom ver tanta gente a participar neste tipo de eventos”, concluiu o corredor de 39 anos.

O pelotão do Gran Fondo Lisboa saiu da capital às 8 horas 30 minutos, em direção a Loures, passou por Mafra, Ericeira, Sintra, Cascais, Oeiras e no regresso à capital, Inês Amaro sagrava-se vencedora no escalão feminino. “Não estava à espera!”, desabafou ao fim de 4 horas e 50 minutos a pedalar, “eu tinha como objetivo finalizar a prova, aproveitar a paisagem e estar com os colegas.

GRAN FONDO LISBOA, 22 de Abril de 2018, Photo Paulo maria / INTERSLIDE

Gostei muito do percurso, estava tudo muito bem sinalizado e acho que é um evento muito bom para Lisboa.” Inês Amaro começou apenas há um ano a participar em Gran Fondo e desafia todos a experimentarem: “O importante é terminar e não há impossíveis! É treinar, ser todos os dias um pouco melhor, fazer provas e conviver”, concluiu a corredora de 36 anos.

O Gran Fondo Lisboa é uma prova de ciclismo de estrada para todos com prémios individuais em diversas categorias e por equipas. No próximo ano, aspira receber 3000 participantes e posicionar-se como um dos Gran Fondo de referência a nível internacional.

Todas as classificações em GranFondoLisboa2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome