Área Metropolitana de Lisboa em concurso para promover uso da bicicleta

106

A Área Metropolitana de Lisboa (AML) junta-se pela primeira vez ao European Cycling Challenge (ECC), a decorrer de 1 a 31 de maio, e que pretende transformar a bicicleta num meio de transporte do quotidiano, foi hoje anunciado.

O ECC 2017 é um concurso europeu entre cidades e regiões, que existe desde 2012, e contabiliza o número de quilómetros percorridos em bicicleta por cada participante.

“Este projeto, recorrente hoje na Europa, tem uma estratégia de, através do jogo e de alguma componente de lazer, induzir uma alteração de comportamentos para a utilização quotidiana de bicicleta. Esta é a ideia chave do projeto”, disse o diretor do departamento da área de transportes da Área Metropolitana de Lisboa, Sérgio Pinheiro, numa conferência de imprensa.

O ECC disponibiliza ainda informação estatística à organização que funcionará como auxiliar para “decisões na área do planeamento” e “avaliação do desempenho das infraestruturas”, referiu.

“As estatísticas permitem perceber se as ciclovias estão a ser utilizadas ou não e onde há percursos mais utilizados que não tenham hoje infraestruturas adequadas. Ajusta-se, assim, àquilo que é o planeamento na área dos transportes e das infraestruturas”, acrescentou o responsável.

A Área Metropolitana de Lisboa, que se tornou autoridade de transportes em 2015, participa este ano pela primeira vez no ECC e constitui a equipa principal de Lisboa no concurso – AML (PT) – que se divide em subequipas dos 18 municípios que a constituem.

As subequipas podem também ser constituídas por empresas e escolas que queiram participar.

As inscrições devem ser feitas entre 1 de abril e 31 de maio. Cada pessoa estará automaticamente inscrita na AML (PT), mas pode participar em mais do que uma subequipa.

As duas classificações oficiais são o “City Leaderboard” (número de quilómetros percorridos nos limites geográficos) e “Statistic Leaderboard” (número de quilómetros por mil habitantes).

Associada ao concurso existe a aplicação para telemóvel Naviki, gratuita e em português, que marca o percurso e conta os quilómetros percorridos.

A Área Metropolitana de Lisboa oferece a cada participante uma pulseira refletora até ao limite de 1.000 participantes. Neste momento, o projeto conta com 57 inscrições.

A última edição do ECC contou com a participação de 52 cidades distribuídas por 17 países, tendo participado cerca de 46.000 pessoas, num total de mais de quatro milhões de quilómetros percorridos.

Além dos benefícios para a saúde, o concurso pretende ainda motivar uma redução de viagens motorizadas que, por sua vez, levarão à diminuição da emissão de gases com efeito estufa, de poluentes atmosféricos e do ruído.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome