PUB
blank

Ana Santos (X-Sauce Factory Team) e o austríaco Maximilian Foidl (KTM Factry MTB Team) entraram a ganhar na edição de 2022 da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO), vencendo as corridas de elite disputadas em Melgaço e também pontuáveis para o ranking internacional, enquanto provas de classe 1 UCI.

A corrida de elite masculina, desde cedo, dividiu-se entre a dupla Maximilian Foidl e Iván Feijoo (MMR Factiry Racing Team) e os restantes concorrentes. O austríaco e o espanhol pedalaram juntos na frente até à última volta. Nessa altura Foidl isolou-se para vencer com 15 segundos de vantagem sobre Feijoo. Na terceira posição colocou-se outro corredor do país vizinho, Ismael Esteban (LoGos Energía-BH), a 47 segundos. O melhor português foi Mário Costa (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), no quarto posto, a 2m17s do vencedor. Alberto Barroso (SportBici/Mundo Furgonetas), nono da geral absoluta, foi o melhor sub-23.

PUB
blank

Ana Santos, ainda em idade de sub-23, domino a corrida de elite feminina, concluindo o esforço em solitário e com uma sólida vantagem de 3m28s sobre a segunda classificada, Joana Monteiro (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde). A terceira, a 5m03s, foi a espanhola Lucia Gómez (MMR Factory Racing Team).

Entre os juniores também assistimos a corridas com vencedores claros. No setor masculino o mais forte foi Rafael Sousa (Guilhabreu BTT), que seria ladeado no pódio por Guilherme Barros (24 Horas Altimetria/OnTrack), que gastou mais 1m45s, e por Diogo Magalhães (AEBTT Rio/Mr. Print), que ficou a 3m14s.

Mariana Líbano (Guilhabreu BTT) dominou entre as juniores femininas, cortando a meta 3m03s mais cedo do que Beatriz Sousa (24 Horas Altimetria/OnTrack) e 3m11s antes de Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais), que completaram as posições de honra.

Os melhores cadetes foram Tomás Pombo (CC Cambre) e Beatriz Guerra (BTT Loulé/Elevis).

Os vencedores nas categorias de veteranos foram os masters 30 Augusto Midão (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Ângela Gonçalves (Korpo Activo/Penacova), os masters 40 Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Virgínia Moreira (Saertex Portugal/Edaetech), os masters 50 António Passos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Filomena Paulo (Róódinhas/Master Vantagem) e o master 60 Luís Tomé (Korpo Activo/Penacova). Roberto Soares (Discover Melgaço/UC Melgaço e Ponte da Barca) ganhou a prova de paraciclismo.

O Guilhabreu BTT triunfou na classificação coletiva, diante da MMR Factory Racing Team e da Axopo/FirstBike Team/Vila do Conde.

A segunda prova da Taça de Portugal de XCO vai disputar-se em Abrantes, no dia 3 de abril.

PUB