Disputou-se hoje a 2ª etapa da 46ª Volta ao Algarve Cofidis, uma ligação de 183,9 quilómetros entre Sagres e o Alto da Fóia, o primeiro grande teste desta Volta ao Algarve.

Alto Da Fóia Marcou As Primeiras Grandes Dificuldades Desta Volta Ao Algarve
© João Fonseca Photographer

Saída muito rápida de Sagres, onde após um início rápido se deu uma fuga de 3 elementos, que passou na primeira contagem de montanha com uma vantagem de cerca de 2 minutos. Vantagem essa que nunca foi muito grande devido ao ritmo constante imposto no pelotão.

PUB

Ritmo esse cada vez mais alto que fez com que nas contagens de montanha de Alferce e da Pomba o pelotão ficasse completamente dizimado e no Alto da Pomba eram apenas 35 ciclistas na frente da corrida.

O homem para o dia de hoje da Miranda-Mortágua, Joaquim Silva, acabou por ter um dia não e ainda passou a contagem de montanha de Alferce na dianteira, mas acabaria por ceder no último quilómetro da dura subida da pomba.

“Na fase final acabei por ficar muito justo de forças e não consegui acompanhar os primeiros, agradeço ainda assim à equipa que fez tudo para me levar nas melhores condições. Foi um dia mau, mas a Volta ao Algarve ainda não acaba aqui.”, afirmava Joaquim Silva.

Alto Da Fóia Marcou As Primeiras Grandes Dificuldades Desta Volta Ao Algarve
© João Fonseca Photographer

Amanhã será realizada a terceira etapa, com ligação entre Faro e Tavira, num total de 201,9 quilómetros, a mais longa desta Volta ao Algarve.

Classificação Etapa – Sagres – Alto da Fóia: 191,5 kms
1.º Remco Evenpoel (Deceuninck/Quick Step), 4h46m38s
63.º Joaquim Silva (Miranda-Mortágua), a 8m42s
85.º Gaspar Gonçalves (Miranda-Mortágua), a 14m36s
89.º Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), a 16m43s
100.º Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), a 20m09s
118.º Ángel Sanchez (Miranda-Mortágua), mt
154.º João Barbosa (Miranda-Mortágua), mt
170.º Leangel Linarez (Miranda-Mortágua), a 28m13s

Classificação Geral
1.º Remco Evenpoel (Deceuninck/Quick Step), 9h42m15s
62.º Joaquim Silva (Miranda-Mortágua), a 8m42s
83.º Gaspar Gonçalves (Miranda-Mortágua), a 14m36s
85.º Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), a 16m43s
101.º Ángel Sanchez (Miranda-Mortágua), a 20m09s
137.º Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), a 24m55s
158.º João Barbosa (Miranda-Mortágua), a 25m56s
170.º Leangel Linarez (Miranda-Mortágua), a 32m59s

Classificação Geral por Equipas
1.º Astana Pro Team, 29h08m42s
24.º Miranda-Mortágua, a 38m04s

Deixar uma resposta