O italiano Alessandro Zanardi, antigo piloto de Fórmula 1 e detentor de quatro medalhas de ouro paralímpicas, foi operado pela terceira vez depois do acidente que sofreu em 19 de junho, desta vez para reconstrução craniofacial.

Alessandro Zanardi“Foi uma intervenção realizada por profissionais maxilofaciais e de neurocirurgia, visando a reconstrução craniofacial e estabilização das áreas afetadas pelo trauma relatado”, esclareceu fonte médica do hospital de Siena, no qual está hospitalizado.

Zanardi, de 53 anos, participava numa prova de exibição que reunia atletas paralímpicos com fins de caridade, tendo perdido o controlo da sua bicicleta de mão e embatido com a cabeça contra um veículo pesado que circulava em sentido contrário.

Alessandro Zanardi continua estável com prognóstico “sempre reservado”“As fraturas eram complexas e é por isso que era necessário um programa com tecnologias tridimensionais”, especificou o diretor da unidade de cirurgia maxilofacial de Siena, Paolo Gennaro, referindo-se à intervenção que decorreu no sábado e durou cinco horas.

O antigo piloto de Fórmula 1, entre 1991 e 1994, e novamente em 1999, voltou à unidade de cuidados intensivos, na qual continua sedado e ventilado artificialmente, com condições neurológicas graves e prognóstico reservado.

Alessandro Zanardi foi bicampeão de Fórmula Indy, tendo sofrido em 2001 um acidente na Alemanha que lhe provocou a amputação das pernas.

Entretanto, virou-se para o paraciclismo, tendo amealhado quatro medalhas de ouro e duas de prata.