Alcobaça e Nazaré aprovaram um projeto conjunto de recuperação ambiental e mobilidade suave ao longo do rio Alcoa.

Alcobaça e Nazaré vão ter 14 quilómetros cicláveis ao longo do rio AlcoaO projeto de execução e o protocolo para a implementação do projeto conjunto de recuperação ambiental e mobilidade suave ao longo do Rio Alcoa foi aprovado, por unanimidade, pelos respetivos executivos.

PUB

O projeto pretende valorizar um percurso natural traçado ao longo de 14 quilómetros e 11 travessias entre as margens do rio Alcoa, permitindo a mobilidade suave (nas modalidades pedonal, ciclável e com recurso a autocarro elétrico) entre a cidade de Alcobaça e a vila da Nazaré.

Alcobaça e Nazaré vão ter 14 quilómetros cicláveis ao longo do rio AlcoaO protocolo aprovado tem como finalidade definir as obrigações de cada parte na implementação do projeto conjunto, que os dois municípios pretendem candidatar a financiamento comunitário, através do Programa Operacional Regional do Centro.

Os dois concelhos “têm prosseguido uma estratégia de desenvolvimento e valorização do espaço urbano e do património associado às linhas de água fluviais, bem como de melhoria das condições de acessibilidade e mobilidade nas zonas ribeirinhas, privilegiando a circulação pedonal e por bicicleta”.

É nessa estratégia que segundo as duas autarquias se integra o projeto de recuperação ambiental e mobilidade suave em que as componentes de infraestruturas representam um encargo global estimado em cerca de cinco milhões de euros e a aquisição de equipamentos deverá ascender a cerca de 160 mil euros.