Agenda de Ciclismo | Pelotão internacional compete na Arrábida

124

A segunda edição da Clássica da Arrábida – Cyclin’Portugal, prova internacional e pontuável para o Troféu Liberty Seguros, realiza-se no próximo domingo. Os troços de terra batida dão personalidade a esta corrida.

A Clássica da Arrábida terá 169,6 quilómetros, ligando Sesimbra a Setúbal, com passagem por Palmela, os três municípios parceiros da Federação Portuguesa de Ciclismo e da Lima e Limão na organização da corrida. A partida será dada às 11h40, na Avenida da Liberdade, Sesimbra, esperando-se que o final aconteça cerca das 16h00, na Avenida José Mourinho, Setúbal.

A prova vai desenrolar-se num terreno rompe-pernas, mas serão os quatro setores de terra batida, vulgo “sterrato”, a marcar a viagem. O primeiro setor encontra-se na Estrada de Lagameças, ao quilómetro 95,4, tendo uma extensão de 1,5 quilómetros. Segue-se, ao quilómetro 100,1, o troço de Cajados, com uma extensão de 1700 metros. O terceiro setor, ao quilómetro 103,8, tem 1,4 quilómetros, na zona do Golfe do Montado. Com 117,1 quilómetros percorridos, os corredores entram na Estrada da Cobra para um troço de “sterrato” com 1,4 quilómetros, em subida, que levará ao prémio de montanha de segunda categoria, em Palmela.

Depois de ultrapassados os setores de terra, os ciclistas vão entrar em plena serra da Arrábida, tendo de enfrentar três subidas de terceira categoria: Alto das Necessidades (Km 132,9), Picheleiros (Km 141,3) e Arrábida (Km 155). A última montanha dista menos de 15 quilómetros da meta, sendo altamente improvável uma discussão ao sprint em pelotão compacto. As dificuldades deverão permitir ataques de longe e a chegada de um corredor isolado ou de um grupo muito restrito.

A Clássica da Arrábida será disputada por 20 equipas. Às nove continentais e de clube portuguesas vão juntar-se duas formações continentais profissionais espanholas, Caja Rural-Seguros RGA e Euskadi Basque Country-Murias, duas continentais, a britânica Team Wiggins e a russa Lokosphinx, e a amadora galega Aluminios Cortizo-Anova.

O pelotão vai ainda contar com a presença da Equipa Portugal, composta por quatro corredores: Daniel Viegas, José Mendes, Ricardo Vilela e Rúben Guerreiro.

Taça de Portugal de Juniores

O pelotão júnior tem a primeira corrida nacional da época no próximo domingo. A prova de abertura da Taça de Portugal de Juniores realiza-se em Alcobaça, num trajeto de 111,9 quilómetros, com partida (11h00) e chegada (14h00) na Avenida dos Combatentes.

Será um pelotão com mais de 130 corredores, oriundos de todo o país, que vai medir forças na primeira das cinco corridas da Taça de Portugal. As outras provas pontuáveis para o troféu de regularidade de juniores irão disputar-se em Odemira (14 e 15 de abril), Sobrado, Valongo (5 de maio) e Palmeira, Braga (6 de maio).

Domingo é também o dia escolhido para o primeiro Encontro Inter-Regional de Escolas de 2018. Vai realizar-se em S. Bartolomeu de Messines, Algarve, juntando as escolas da região Centro/Sul num evento de BTT.

Mais eventos oficiais:

10 de março: 1.ª Prova da Taça do Algarve de XCO, S. Bartolomeu de Messines
11 de março: Maratona BTT de Vila Pouca de Aguiar
11 de março: Passeio Feminino, Vinhais
11 de março: BTT das Amendoeiras
11 de março: 6.º XCO de Fragoso, Barcelos
11 de março: Open de XCO de Vila do Conde
11 de março: 1.ª Prova da Taça Regional da Beira Litoral de XCO, Coimbra
11 de março: Dia da Mulher – Open para Senhoras, Parque das Nações, Lisboa
11 de março: 3.ª Prova do Troféu Regional de Rampa, S. João das Lampas, Sintra
11 de março: 7.º Prémio Juvenil da Charneca da Caparida e Sobreda, Charneca da Caparica
11 de março: 4.ª Maratona BTT Serras de Grândola, Grândola
11 de março: 18.º BTT do Trigo, Monte do Trigo, Portel
11 de março: 2.ª Prova da Taça da Madeira de XCO, Santa Cruz
11 de março: 2.ª Prova da Taça de Santa Maria de DHI, Madeira
11 de março: 2.ª Prova da Taça de XCO de S. Miguel, Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome